Campeão das diferenças salariais

Entre 2008 e 2013, Portugal foi o país da UE onde houve o maior aumento na disparidade de salários entre homens e mulheres.