Hoje dá na net: Ilha das Flores

Ilha das Flores é um filme de curta-metragem brasileiro, do gênero documentário, escrito e dirigido pelo cineasta Jorge Furtado em 1989, com produção da Casa de Cinema de Porto Alegre.

Tomates, Homens, Lixo, Dinheiro, Religião. Uma das melhores curtas que já vi.

Ilha das Flores

http://video.google.pt/googleplayer.swf?docid=9108773262057365825&hl=pt-PT&fs=true

Não, não é essa. O documentário A Ilha das Flores de Jorge Furtado data de 1989. É do século passado, dirão, um documentário já histórico, portanto.   Não é bem assim. Continuamos a ter os mesmos tomates, a mesma cadeia e sequência na vida de um tomate, e sobretudo continuamos a ter a mesma miséria, e as mesmas lixeiras. Use lá uns minutos do seu tempo, e veja esta obra-prima que entre outras medalhas papou um Urso de Prata em Berlim.

Para abrir o apetite aos mais indecisos, um estrato do texto:

Os seres humanos são animais mamíferos, bípedes, que se distinguem dos outros mamíferos, como a baleia, ou bípedes, como a galinha, principalmente por duas características: o telencéfalo altamente desenvolvido e o polegar opositor.

A dificuldade de se avaliar a quantidade de tomates equivalentes a uma galinha e os problemas de uma troca direta de galinhas por baleias foram os motivadores principais da criação do dinheiro.

A partir do século três Antes de Cristo, qualquer ação ou objeto produzido pelos seres humanos, fruto da conjugação de esforços do telencéfalo altamente desenvolvido com o polegar opositor, assim como todas as coisas vivas ou não vivas sobre e sob a terra, tomates, galinhas e baleias, podem ser trocadas por dinheiro.

Também pode ler tudo no opositilustra