2 de Agosto de 1906 – Parabéns ao FC Porto pelo seu 112.º aniversário!

Quando José Monteiro da Costa e demais companheiros do Grupo do Destino se juntaram no dia 2 de Agosto de 1906, para decidir a transformação daquele grupo informal num clube desportivo, não faziam qualquer ideia que existira 13 anos antes um outro clube com a mesma designação.
Afinal, aquele primeiro FC Porto, o de 1893, fundado por Arthur Rumsey, Fernando e António Nicolau de Almeida, resumira-se a meia dúzia de treinos, a que chamaram «match», no hipódromo de Matosinhos. Fora tão relevante no panorama futebolístico português que, entre 18 jornais diários publicados na cidade do Porto, a única notícia da sua fundação tivera de sair, a 28 de Setembro, num jornal lisboeta associado à alta aristocracia e ao regime monárquico. Meses depois de o clube ter sido efectivamente fundado e iniciado a sua (residual) actividade.
Quanto a José Monteiro da Costa, filho de um ajudante de jardineiro, diz-se que previu o futuro. Que um dia o FC Porto iria representar Portugal nas altas instâncias internacionais. «O nosso fundador» – como muito bem disse Jorge Nuno Pinto da Costa no discurso de celebração do último título.
Mesmo que o estatuto de fundador lhe tenha sido usurpado, aí está o FC Porto, ao fim de 112 anos de História, para homenagear a sua memória e os seus curtos 32 anos de vida.