Hoje volta a dar na net: Rasganço

Uma reprise oportuna, o primeiro filme de Raquel Freire agora afastada da Antena 1 num processo de delito de opinião. Já ontem se leram, e vão insistir, todo o tipo de ataques à personalidade da realizadora, pessoa com ideias sem dúvida discutíveis, mas que agora se pretende enxovalhar.

Rasganço desmonta algumas das obscenidades coimbrãs, das praxes e outras violências mentais, a Coimbra das dôtoras encarando o corpo de um futrica, sempre com a música dos Danças Ocultas a rasgar, aproveitando um tema já existente e que estava mesmo a pedi-las.

Filme completo, ficha imbd

Hoje dá na net: Rasganço

Rasganço é um filme de Raquel Freire que mostra a outra Coimbra universitária, fora dos estereótipos das capas, praxes e batinas.

Coimbra, a mais complexa de todas as personagens, conta a história:
Eu não sou só uma cidade. Sou uma estufa. Uma reserva natural para estudantes, onde eles vivem em plena liberdade.
Sou uma espécie de doce, entre a adolescência e a idade adulta. Mas só para os que puderam estudar. Os melhores. Eles sabem que são uma elite.
Uma manhã de Janeiro chegou um homem. Apaixonou-se por mim e pelas minhas mulheres.
Tolo, não percebeu que EU não sou para quem quer, mas para quem pode; e que o amor não abre as minhas velhas portas. in Filmes Portugueses

Filme completo, legendado em inglês