Erle Stanley Gardner

 

No passado dia 11 do corrente mês, fez 40 anos que faleceu um dos escritores com maior influência na minha vida. Não tanto pelos seus livros, que só li um, mas pelo personagem que criou e que se tornou, para mim, um mito: Perry Mason. Personagem que saltou dos seus livros para rádio, e depois para a televisão, onde foi magistralmente interpretado por Raymond Burr que ficaria para sempre associado ao personagem (embora outros actores tivessem, também, vestido a pele de Perry Mason). 

Perry Mason, o paladino dos Advogados. Não só o seu cliente era sempre inocente, como ainda conseguia demonstrar quem era o culpado. Uma aspiração idealista de qualquer Advogado, que também foi Erle Stanley Gardner antes de se tornar escritor.