Pudera!

Nos bancos não há stress.

Stressado está quem tem de pagar IRS, mais a dita sobretaxa. Incluindo os que não ganham subsídio de Natal mas que irão pagar como se ganhassem.

Para o resto da maralha é que Portugal vive o “tempo dos sacrifícios“.