A mentira

A nova direita tem na mentira a sua maior arma actual, potenciada por uma imensidão de gente que lê as gordas dos jornais e dos facebooks ou que ouve as intermináveis “reportagens” das cmtvês que por aí abundam, onde se incluem as respeitáveis sics, tvis e rtps, e que se contenta com este info-entretenimento camuflado de informação.

É por isso que sujeitos como o Trump conseguem dizer, até na mesma sessão verborreica, uma coisa e o seu oposto. E também porque um braço armado mediático fermenta a mensagem.

É igualmente por esta razão que o cónego melo fez um chinfrim baseado na mentira de o Rui Tavares ter dado uma suposta aula na nova tele-escola. E que o miúdo que se senta lá à frente do partido que é deste ou daquele grupo, como pensionistas e agricultores, consoante o vento eleitoral, engrossou a voz e cavalgou a mentira em forma de pergunta ao governo.

Entre diversos spins sobre o tema, é inevitavelmente lançada ao ar a ideia de que, se fosse o ventura que é levado ao colo pelas respeitáveis televisões, estaria a esquerda aos gritos. É possível que estivesse, mas não foi isso que aconteceu. Rui Tavares não deu uma aula na tele-escola e incendiar o tema nesses facebooks e twitters do costume não passa do uso da mentira como arma, particularmente eficaz entre quem não quer saber.

Comments

  1. Pedro Vaz (Nacionalista) says:

    A SIC, TVI, RTP, etc são “enablers” da “nova direita”?!? Os medias do neo-feudalismo Globalista na verdade são “enablers” dos anti-Globalistas?!

    AHAHAHAHAHAHAH!!!

    Ao ponto que o Sistema chega para se fazer de anti-sistema/rebelde! Os medias servem a oligarquia Mundial, ponto final. Basta ver como os medias fizeram a Telenovela Quaresma-Ventura…não é preciso dizer mais nada.

    Quanto ao Rui Tavares não se façam de inocentes. O facto de que escolheram o material de história (revisionista) dele não é coinciência, sabem isso muito bem só estão a usar a técnica de se fazerem de inocentes para venderam um produto ideológico.

    *Nem o Trump nem o CDS são “nova direita”. O CDS é centro-esquerda Globalista a fazer-se de direita para enganar as pessoas e o Trump já tem uma arma apontada á cebeça e faz o que os Globalistas lhe dizem para fazer…mas isso é outra história.

    • abaixoapadralhada says:

      Oh Sefardita “pseudo antisionista ?”

      “O CDS é centro-esquerda Globalista a fazer-se de direita”

      Não sejas ridículo !

    • Paulo Marques says:

      O revisionismo é aquilo que não vem nos escritos dos Tablóides/Fakebook sem provas documentais nem consenso académico, certo?

  2. Rui Naldinho says:

    Quem se alimenta da desgraça alheia como forma de ascender ao poder, não pode ter grande futuro.
    Esta coisa do Covid 19, mesmo não tendo a sua origem em Portugal, foi durante alguns dias um maná de desinformação nas redes sociais e em grande parte da CS, sob seu controlo, na expectativa de que um grande número óbitos mostrasse as nossas fragilidades sociais e económicas, com especial incidência no SNS.
    Controlado o pânico inicial e aguentando o SNS, o embate da primeira onda, escapuliu-se-lhes por entre os dedos o guião mediático que julgavam poder ajudá-los na conquista da tão almejada maioria parlamentar, minando a confiança dos portugueses nas suas instituições, as quais foram alvo de um emagrecimento cirúrgico no tempo da Troika, com vista ao engordar, por exemplo, dos sistemas privados de saúde.
    A pior coisa que podia acontecer à direita, foi a pronta resposta que o SNS deu à pandemia. E isso é que os enraivece. Bem como as medidas tomadas pelo governo, independentemente dos erros aqui e acolá cometidos.
    Rui Rio vê mais com um olho, do que a direita Passista que está alcovitada nas Redes Sociais e CS, vê com dois, daí ter-se colocado logo de início, “ao lado do governo”, sabendo de antemão que nestas alturas de pânico, cada pequeno sucesso de quem dirige os destinos da nação, no combate e controle da pandemia, é majorado pelo sentimento de gratidão dos cidadãos pelo Poder, instituições incluídas, perante o medo e o desconhecido.
    Não é por acaso que os malditos enfermeiros, médicos e professores, por exemplo, por estes dias são glorificados pelas gentes que tão mal disseram deles, muitas delas, levadas de arrasto precisamente pelas redes sociais e as suas multifacetadas Fake News, onde a direita campeia, como ninguém.


    • Fico quase sempre deliciado quando o leio e aprendo sempre qualquer coisa.

      • Rui Naldinho says:

        Obrigado. Todos devemos aprender algo, uns com os outros.
        E relendo algumas coisas escritas por Aldous Huxley; foi dar uma espreitado ao seu blogue, cada vez fico mais convencido que o homem “era um profeta”.

    • Patricio Rodrigues says:

      Muito bem desmontada a ratoeira que a direita estava armando aos portugueses. Um grande MUITO OBRIGADO Rui Naldinho


  3. Eu fui a um livro de ensino do meu avô relembrar a verdadeira isenção no ensino que o Nuno Melo e CDS gostam. Tempos em que o próprio presidente do conselho escrevia textos para os alunos lerem:

    https://multi-resistente.blogspot.com/2020/05/a-doutrinacao-politica-que-o-cds-gosta.html

  4. JgMenos says:

    O Rui Tavares NÃO DEU a aula.
    O coitado FOI POSTO a dar a aula! de História
    Um abuso!
    Ele só queria achincalhar o Estado Novo e puseram isso numa aula de História; coitado, deve ter ficado indignado!

    • Nina Santos says:

      Menos, menos….

      “Entrando na discussão naquela rede social, o vice-presidente do PSD David Justino escreveu que “basta rever a ‘aula’ para perceber que o alarido é desonesto, manipulador e próprio de uma direita trauliteira sem escrúpulos”, dando “toda a razão” a Rui Tavares.”

      • Pedro Vaz (Nacionalista) says:

        O PSD do Paulo Rangel que uma vez deu uma palestra na Casa da Musica do Porto onde disse que daqui a 50 anos não vai haver Portugal e que isso não tem nada de mal porque estamos na “Aldeia Global”?

        O PSD do Pinto “Bilderberg” Balsemão?

        Deixe-me rir. O CDS está a começar a ficar desesperado porque a sua “cuckholdery” levou o partido para o caixão e agora estão a tentar re-animar o partido, ao faze-lo ainda conseguem dizer umas verdades como foi o caso…mas já é tarde para eles e “good riddance!”.

    • POIS! says:

      Pois mas…

      Será possível “Achincalhar o Estado Novo”?

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.