Um programa político numa imagem

Zé Povinho, a personagem criada por Rafael Bordalo Pinheiro em 1875, costuma simbolizar o português ignorante das grandes questões do país, que resmunga perante a corrupção, a injustiça e a carga fiscal mas resumindo a sua intervenção política a um inconsequente “eles são todos iguais”, acompanhada de um manguito cheio de intenções que levam a lugar nenhum.

Não representa o capital, o poder, a banca, as grandes empresas nem os políticos e as suas cortes. Estes não são Zé Povinhos. São a fina mata da sociedade, culta, ciente dos desígnios do país e visionária, ao contrário do povão de braço dobrado em riste.

O Observador colocou nesta caricatura António Costa a alimentar o Zé Povinho. Não colocou o BPP, o BPN, o BES, o Novo Banco, a TAP, a CP, a RTP, a Galp, a EDP, a Efacec, ou a Douro Azul, ou outros, a mamar no biberão do Costa. Não, estes são a melhor nata do país, o fino creme por cima do vulgar leite.

Acrescenta o Observador que os dependentes do Estado duplicaram em quarenta anos. O problema são os Zé Povinhos. Não são a tralha prontamente resgatada pelo Estado a cada solavanco sofrido pelos grandes Líderes.

Esta caricatura é em si mesma um programa político completo, dos que defendem “menos Estado, melhor Estado”, já que, como se sabe, o problema está nos Zé Povinhos, ou quiçá, nos ciganos, se for preciso uma minoria que não choque todos os Zé Povinhos.

Recorrendo ao mesmo tipo de populismo, o Observador, e a tralha que dele faz o seu epicentro político, poderia ter usado a conhecida caricatura, também de Bordalo Pinheiro, da fina nata portuguesa a mamar na porca da Política. Mas não era a mesma coisa, pois não?

Comments

  1. JgMenos says:

    Boa imagem.
    Mais do que o biberon – a Porca quase nem se apercebe – a ideia do ‘colinho’ é que leva o Zé Povinho a aturar a cambada.


    • Esse socialismo do Marx etc. foi esventrado e renomeado para Socialismo Democrático em 03/06/1951 em Frankfurt.

      • Paulo Marques says:

        Na, já em 1875 em Gotha, com resposta de Marx que ainda devia fazer estes meninos ter vergonha do que se intitulam.

  2. luis barreiro says:

    Socialista é uma pessoa que estudou e leu Karl Marx.
    Anti-socialista é uma pessoa que viveu o socialismo.

    • Paulo Marques says:

      Como vivo num país cada vez mais capitalista, desregulado, e em mãos internacionais, gostava de saber onde é que o luis viveu.

  3. Paulo Marques says:

    Como se vê, está mal a imagem. Faltam os insectos rastejantes à espera dos dejectos dos porcos, a ver se encontram um grão de milho.

  4. Ana Moreno says:

    E vai-se a ver e os fundos todos que para aí vêm são em primeira linha para as empresas. É usar a narrativa da imagem do Zé Povinho e praticar a da porca.

  5. Joana Quelhas says:

    É muito interessante ver a Aninhas tão do contra .
    Tão contra a dependência do Estado.
    Até parece!
    Cheira-me que a Aninhas é uma das que” mama nas tetas” do Estado através de uma ONG qualquer que “luta” por uma balela qualquer em prol dos pobrezinhos ou do planeta ou outra qualquer idiotice.
    O que preocupa a Aninhas é a concorrência com os outros que também querem “mamar”.
    A Aninhas sabe que a porca esta esquelética e o zé povinho tem os bolsos vazios. O que preocupa a Aninhas é ir buscar o próximo subsidio ás esmolas que esses malditos capitalistas Europeus para cá enviam.

    Joana Quelhas

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.