Notícias sem a mínima importância

Aconteceu na passada segunda-feira na Biblioteca Municipal das Caldas da Rainha.
Um leitor procurava junto do serviço de Leitura Domiciliária requisitar dois livros. A funcionária negou-lhe o pedido, ressalvando que o leitor ainda tinha um livro emprestado em casa. A verdade é que o regulamento da Biblioteca impedia a requisição de novas obras sem a entrega das anteriores.
Enfurecido, o leitor começou a berrar com a funcionária, chamou-lhe de tudo e ameaçou-a. Quando a encontrasse lá fora, ia mandar-lhe uma cabeçada. Antes de sair, passou por um escaparate e deitou abaixo todos os livros que lá estavam.
Mal o leitor saiu, a funcinária chamou a sua superior e narrou-lhe o sucedido.