«De fato, e penso que também de justo direito…»

Sim, de *fato.

O Cante e o secretário

Mais uma vez foi um bem cultural que prestigiou o País. Já estou a ver o secretário de estado (não consigo usar maiúsculas…) a reflectir neste facto: “Cortei, cortei, cortei na cultura; e ela acaba sempre por dar mais resultados; de onde se conclui que quanto mais cortar, melhor é. Sou tão inteligente!…O sr. presidente do conselho vai ficar contente comigo”.
E é assim…

Foi hoje

Estiveste bem, UNESCO, o cante alentejano já é património imaterial da humanidade, com louvor e distinção. Agora é rir com a nossa extrema-direita e as suas piadolas de oportunidade latifundiária. Faz parte.

É pra amanhã

Ó senhores lá da UNESCO, se isto não é do melhor que a humanidade pariu hoje e em qualquer tempo, vossas mercês sois surdos, e nem nos lábios sabeis ler.
Tenham tino, e botem vem.

Estudo para o documentário Cante Alentejano. Realização de Sérgio Tréfaut. Serpa 2012

Cante Alentejano

cante alentejano

Estudo para um documentário sobre o Cante Alentejano. Realização de Sérgio Tréfaut. Veja aqui.