Brasil 2013: a grandeza épica de um povo em protesto

971387_429338047173654_1110390453_n

Um dos movimentos que se dedicou nos últimos dias a mobilizar os brasileiros para os protestos anunciou que iria deixar de convocar as pessoas – alegadamente por causa da violência que tem marcado a maioria dessas manifestações que têm acontecido no Brasil. Não sei com detalhe o que se passou, apenas compreendi que houve diálogo entre esse movimento e o Governo de Dilma Roussef, o que em si é uma boa notícia, pois nem sempre os governantes são capazes dessa negociação com o povo em protesto. No entanto, parece-me evidente que o discurso contra a violência é tão virtuoso como a generalidade dessas palavras que se dizem em política – arte difícil, de prática conforme inacessível à maioria dos que se abalançam a ela, por serem as mais das vezes movidos pelas piores razões. Pois a política é um exercício mais do que um discurso (mais do que uma narrativa, para replicar uma das palavras na ordem do dia político português). A política é uma prática, coisa que se faz com acções, tentando que sejam tanto quanto possível a tradução das necessidades e das expectativas daqueles em nome de quem se governa.

Vá, venham homens que apenas conhecem o pecado original e digam todos, e digam muitos, e digam alto e bom som [Read more…]

O povo acordou no Brasil