O sonho comanda a vida

Gôndola Voadora de Bartolomeu Lourenço de Gusmão

Gôndola Voadora de Bartolomeu Lourenço de Gusmão

 

Bartolomeu Lourenço de Gusmão, padre jesuíta, regressou a Portugal, vindo da Bolívia, em 1708, trazendo consigo os planos de construção de um estranho objecto voador.

Produziu um relatório para o rei D. João V onde explicava as vantagens de um investimento do reino no seu projecto, vantagens essas que seriam, na ideia do jesuíta, a possibilidade de efectuar viagens longas pelo ar, encurtando o tempo que levavam a completar por terra, atravessar mares e montanhas “para lá das 200 léguas por dia”, dirigir exércitos, socorrer locais cercados, atingir os pólos do planeta, transportar mercadorias e, em resumo, conferir a Portugal a supremacia no ar, semelhante à que, noutros tempos, tivera sobre os oceanos.

[Read more…]

A sociedade portuguesa no tempo de D. João V

Um dos símbolos do Absolutismo em Portugal.

Da série Filmes para o 8.º ano de História
Tema 6 – Portugal no Contexto Europeu dos Séculos XVII e XVIII
Unidade 6.2. – Absolutismo e Mercantilismo numa Sociedade de Ordens

D. Afonso Henriques bateu na mãe?

Viriato era alentejano? D. João V viciado em sexo? Salazar caíu da cadeira? D Sancho II era impotente?

Por detrás de cada mito há sempre uma história, por trás de cada história há uma realidade nem sempre coincidente.  Os livros de História contam histórias verdadeiras?  Podemos confiar nas versões dos livros que afirmam desmistificar histórias e tomá-las por certas?

Em campos onde nem os especialistas se entendem, quem somos nós, leigos, para termos certezas? Pelo sim, pelo não, leia-se o livro “Histórias Rocambolescas da História de Portugal”, de João Ferreira, com as devidas cautelas. Algumas versões que ele hoje apresenta, desmentindo mitos, podem vir a ser negadas amanhã. Até nestas coisas da História os factos, como dizia alguém, estão longe de ser factuais.