Coincidências

Por que motivo o Novo Banco anuncia um despedimento colectivo no dia em que uma grande agência de rating elogia o governo português?

Privatização dos infantários da Segurança Social: A menos de 80 dias do início do ano lectivo, nem o concurso público foi lançado


Até posso aceitar que se defenda a privatização dos infantários da Segurança Social. Não concordo, mas posso aceitar.
Até poderia admitir que as novas entidades gestoras prefiram ter a sua equipa educativa em vez de uma equipa herdada da Segurança Social. Não concordo, mas poderia admitir.
O que para mim é completamente intolerável é que tudo se faça em cima do joelho e que este processo vá prejudicar, acima de tudo, as nossas crianças. Não admito nem aceito que, a menos de 80 dias do início do novo ano lectivo, ainda nem sequer tenha aberto o concurso de privatização e se vá mudar tudo – entidade gestora, direcção, funcionários – em cima da hora.
Qual é a entidade? Qual vai ser a sua estrutura orgânica? Qual será o Projecto Educativo? Como vai funcionar?
É escandaloso que se faça tudo desta forma. Ao ponto de se admitir contratar pessoal exterior em regime de outsourcing se a transferência não estiver concluída, como se sabe que não vai estar, a 1 de Setembro.
Para lutar contra tudo isto, está criada uma Página no Facebook para lutar contra o despedimento colectivo de mais de mil educadores e auxiliares especializados em 25 infantários da Segurança Social em todo o país.
São eles o [Read more…]

Segurança Social: Está em curso o despedimento colectivo de mais de Mil Funcionários Públicos dos Infantários


A privatização dos infantários da Segurança Social que está em curso – serão quase 25 em todo o país – configura um processo de despedimento colectivo encapotado dos mais de mil funcionários que trabalham nessas instituições e que já receberam ordens da tutela para se apresentarem nos respectivos Centros Distritais no dia 1 de Setembro.
Como é óbvio, se a Segurança Social deixa de ter infantários, extingue-se o posto de trabalho das educadoras de infância e demais pessoal especializado que até agora trabalhava nesses infantários. É por isso que ninguém explicou até ao momento o que vão fazer a todas essas pessoas com vínculo à Segurança Social, algumas delas em idade demasiado jovem para a aposentação. A integração na lista dos disponíveis, está bom de ver, será apenas o primeiro passo.
A imoralidade extrema de todo este processo de privatização dos infantários da Segurança Social não se fica por aqui. Estamos em meados de Junho e ainda nada saiu em Diário da República sobre o respectivo concurso. [Read more…]