Dança de boys na EDP

Apesar de estar hoje sob a égide de outro estado, uma ditadura à qual os pseudo-liberais que engavetaram a social-democracia alegremente entregaram o controle estratégico de uma das mais importantes empresas nacionais, a EDP continua a ser um prestigiado viveiro de boys do bloco central e do seu pequeno táxi populista. Hoje ficamos a saber que Eduardo Catroga, boy de Pedro Passos Coelho, será substituído por Luís Amado, destacado boy socialista, para integrar um órgão repleto de profissionais do tacho como Braga de Macedo, Celeste Cardona ou Ilídio Pinho. Avante, camaradas!

Substituição de boys à vista na EDP?

sai Eduardo Catroga, boy de Passos Coelho, por acumulação de mandatos, talvez entre Diogo Lacerda Machado, boy de António Costa que está em todas. O dinheiro, esse, continua a entrar nos cofres dos camaradas do PC Chinês.

Boys will be boys

Dirigentes da EPAL que tinham sido recentemente nomeados, após um longo processo de selecção, foram entretanto substituídos por vários militantes do PS

Bilhete do Canadá – Fenómeno curioso


Continua a Universidade de Verão do PSD, diz a RTP. Passam imagens de molhos de jotinhas a agitar bandeiras da loja e a babarem-se à ideia de virem a ter tacho garantido. Um magrote, sem graça nenhuma, disse sem se rir que está a preparar-se para ser primeiro-ministro. Temos de reconhecer que o Passos Coelho, a Maria Luís Albuquerque, o Relvas, o MarquinToino e quejandos, fizeram escola. O mesmo acaba de se passar com o CDS.

E eis que os criadores de gado entram em fúria porque a palha encareceu. É isto todos os anos. Coisa estranha! Porque será?

Uma viagem ao fundo da cadeia alimentar da propaganda de direita

tacho

A internet está cheia de coisas giras. Por estes dias encontrei por aí um site chamado Direita Política, um site que, segundo os seus não-identificados autores, tem como objectivo “a divulgação da politica de direita“, apesar de se dedicar quase em exclusivo a malhar na esquerda, algo que rapidamente se comprova com um curto passeio pelo estabelecimento. O grau de imparcialidade é tal que no separador dedicado à corrupção não há espaço para a corrupção envolvendo actores políticos de direita. Os corruptos, quando nascem, são todos de esquerda. [Read more…]

Inês de Medeiros é a nova vice-presidente do Inatel

Ler aqui. Espero que tenha viagens pagas para casa, em Paris, semanalmente, em executiva e com ajudas de custo para o taxi.

Foi disto que nos livramos. Uma lista para a posteridade

XX GOV

Ainda o novo governo não tinha sido empossado e já alguns representantes da ala ressabiada à direita nas redes sociais disparavam contra os escolhidos por António Costa, essencialmente por existirem, e iniciavam um processo de difamação dos mesmos, ao bom velho estilo Maria Luz. Apeados do poder e privados do monopólio do tacho, elites, colaboracionistas e respectivo rebanho da ressabia estão e fúria e o espectáculo está a ser bonito de ser ver. É sempre interessante ver o que está por trás da máscara dos falsos democratas.

Os melhores argumentos até ao momento são que um é filho do Mário Soares, outro é advogado do Sócrates, uma não sabe escrever e um outro foi mesmo ministro do infame nº44.  [Read more…]

Com bateria II

Este fez o que fez na STCP e na Metro e agora, como prémio, o Novo Banco! Viva a Direita!

stcp

Empregos para os rapazes

Jobs

Já não há muito a acrescentar sobre os boys que gravitam e gravitaram em torno da governação da coligação PSD/CDS-PP. Liderado pelo homem que não queria ser eleito para dar emprego aos amigos, o actual governo fez milhares de nomeações, entre amigos e boys partidários, do ex-patrão de Passos Coelho na Urbe ao enxameamento da Segurança Social, passando pelos inúmeros assessores recrutados directamente nas fileiras da JSD e da JP que partilham a imunidade face à inevitável austeridade e que se passeiam em boas máquinas de alta cilindrada, com o alto patrocínio de um povo cada vez mais precário. A lista é imensa e está mais do que esmiuçada. Só não vê quem não quer e quem usa as palas azuis e laranjas. [Read more…]

Rigorosamente despesistas

Passos Salazar

Foto@A Viagem dos Argonautas

Não sabemos se o compêndio de Pedro Passos Coelho sobre Salazar virá ou não incluído no novo lote de viaturas novinhas em folha que acabamos de adquirir para assessores e outros boys membros da sua equipa. No total, segundo o Correio da Manhã, são 34 viaturas que terão um custo de 18 mil euros por mês. Uma migalhinha no contexto desta crise que nos fustiga, um óptimo exemplo para os portugueses a quem os partidos beneficiários acusaram de viver acima das suas possibilidades. E se há funcionários públicos neste país a viver acima das suas possibilidades, esses funcionários são os políticos da casta.

[Read more…]

Assembleia da República anti-Bolonha

Boys

Foto@Público

Portanto sucede que a nossa estimada Assembleia da República pretende contratar 23 assessores para diferentes áreas, das Finanças às Relações Públicas. Até aqui nada de novo, assessores é o que mais há por aqueles lados e a crise não parece afectar este sector habitualmente controlado pelos partidos do bloco central. Aliás, ser jota do(s) partido(s) no poder tem sido factor preferencial no que ao recrutamento deste tipo de “profissionais” diz respeito. Algo que no fundo é um espelho da bandalheira que tomou conta deste país. Ser habilitado para abanar uma bandeira ou fazer recados a caciques locais não habilita ninguém a ser assessor de responsáveis públicos de topo. Mas as elites insistem no método e nós parecemos viver bem com isso.

[Read more…]

Isso explica muita coisa…

Mais de metade dos membros do governo desde o 25 de Abril trabalharam na banca” (Público). Qualquer relação com os resultados desastrosos da banca nos últimos anos é pura especulação.

Castas à prova de austeridade

Tacho Laranja

Escrevo estas palavras depois de ler o artigo de hoje da Carla Romualdo que me deixou ainda mais céptico relativamente às movimentações em Portugal e Espanha no sentido de reforçar o combate ao terrorismo (que por cá simplesmente não existe e, a existir, Durão Barroso seria com certeza o maior culpado: prendam-no) através de medidas que visam sobretudo amputar liberdades, abafar a crescente contestação social e proteger as castas que instrumentalizam o regime em função das suas ambições e da vontade daqueles que os sustentam e lhes garantem confortáveis cadeiras nos conselhos de administração das empresas frequentemente brindadas com isenções fiscais e outros privilégios garantidos com o dinheiro dos nossos impostos.

[Read more…]

Um conto de crianças chamado requalificação

Despedimentos

Foto@Jornal de Notícias

A propósito da gestão de panelas sociais-democratas e centristas na Segurança Social sobre a qual aqui falei ontem, chamou-me a atenção a Carla Romualdo para esta notícia, que dá conta da situação de 480 funcionários, também da Segurança Social, que iniciam amanhã um processo de “requalificação” que, como sabemos, significa que vão todos para o olho da rua.

Pobres trabalhadores. Tivessem eles o cartão partidário certo e talvez não fossem “requalificados”. Tivessem eles o cartão partidário certo e, como se dizia nos tempos do saudoso conselho de administração do BES, “punha-se o Moedas a funcionar” e arranjavam-se uns cargos de assessor. Não tinham experiência? Não faz mal, estes também não e safaram-se bem. Tivessem eles o cartão partidário certo e facilmente estariam entre os milhares de boys que o bloco central usa como instrumento para perpetuar o seu poder na pesada máquina estatal. Tivessem eles o cartão partidário certo, ou que sabe o pai certo, e lá se arranjaria qualquer coisinha. Imunidades incluídas.

[Read more…]

O homem que não queria ser eleito para dar emprego aos amigos

Boys

Fotomontagem@Uma Página Numa Rede Social

À imagem do proprietário, o Twitter de Pedro Passos Coelho é um hino à arte de aldrabar e iludir eleitores. Dos impostos que não iam ser aumentados aos anéis que não iam ser vendidos, há lá matéria para envergonhar uma pessoa de bem ao ponto de pré-depressão com tendências suicidas.

Hoje descobri este simpático lembrete n’Uma Página Numa Rede Social que costumo visitar e que aconselho vivamente a que consultem também. Dizia Passos que não queria “ser eleito para dar emprego aos amigos“. Que queria “libertar o Estado e a sociedade civil dos poderes partidários“. Mas como a palavra do primeiro-ministro vale tanto como as profecias de um qualquer messias de uma daquelas seitas ultra-radicais que antecipa o Apocalipse, os boys continuam a crescer e a multiplicar-seSegundo o Jornal de Negócios, a Segurança Social está “enxameada” deles. Há um ano e meio eram cerca de 4400, hoje já devem andar nos 6 ou 7 mil. Adorava conhecer os números do desemprego jovem nas direcções concelhias, distritais e nacional da JSD e JP. Devem estar ao nível da Alemanha. Não admira o papel servil e as figuras ridículas que vão fazendo para defender o indefensável.

Faz todo o sentido

Procura-se boy com experiência em ser boy. Os filhosdaputa perderam a vergonha, toda.

Boys, boys, boys

Não, não é a música da Sabrina. Mas podia muito bem ser até porque, se à coisa que estes gajos gostam, é de mama e de coçar a micose no summertime love das universidades de verão.

Longe vão os tempos em que o grande aldrabão afirmava que não iria “enxamear” a Administração Pública de boys do seu partido. Anos antes, em 2005, Passos ia mais longe e defendia com convicção que “Um membro do governo tem direito a escolher um chefe de gabinete, uma ou duas secretárias de confiança e um ou dois adjuntos. Acabou“. A realidade, essa danada, conta-nos uma história bem diferente: os boys multiplicam-se, podem sair da fábrica imunes a cortes, alguns são pagos pelo orçamento da AR e, imagine-se, chegam mesmo a ser “especialistas” aos 21 ou 22 com a função de acompanhar questões menores como o programa de assistência financeira.

[Read more…]

Por Gaia as contas também foram boas

Nomeadamente as bancárias para os boys, que aflitos foram a correr para ver se apanhavam qualquer coisita. As Águas de Gaia foram a principal porta de entrada e a sua Administração tem que resolver este assalto e com urgência. Mas há mais.

Houve meninos deficientes que tiveram mais de um mês em casa por ausência de cabimento orçamental, quando na porta ao lado se despachavam Nomeações de sobrinhos, de Presidentes de Junta derrotados, de ladrões e de corruptos para um grande tacho!

Inacreditável! Nem consigo escrever mais nada, sob pena de ter que insultar alguém!

Um filho nos exames e nas análises

Acho que sonhei ou antes, acho que tive um pesadelo.

Havia um tipo que iria para deputado, mas infelizmente uma empresa internacional precisava de algumas lanças nos corredores do poder. Vai daí, troca-se o anterior candidato e avança o filho do que manda. Uns tempos depois, já no poder, essa empresa começa a tomar conta do mercado graças a legislação elaborada com o dedo do filho.

E o que é que isto tem a ver com a escolha de um candidato? Nada.

Deve ter sido mesmo um pesadelo.

Arnault, REN, Escritório de advogados: a culpa é minha! Assumo!

Só pode ser minha. Minha e tua que há mais de trinta anos permitimos que esta gente se governe. Estou cada vez mais tentado a seguir a sugestão do João Nogueira dos Santos.

Vou aderir a um partido!

Segurança Social: Está em curso o despedimento colectivo de mais de Mil Funcionários Públicos dos Infantários


A privatização dos infantários da Segurança Social que está em curso – serão quase 25 em todo o país – configura um processo de despedimento colectivo encapotado dos mais de mil funcionários que trabalham nessas instituições e que já receberam ordens da tutela para se apresentarem nos respectivos Centros Distritais no dia 1 de Setembro.
Como é óbvio, se a Segurança Social deixa de ter infantários, extingue-se o posto de trabalho das educadoras de infância e demais pessoal especializado que até agora trabalhava nesses infantários. É por isso que ninguém explicou até ao momento o que vão fazer a todas essas pessoas com vínculo à Segurança Social, algumas delas em idade demasiado jovem para a aposentação. A integração na lista dos disponíveis, está bom de ver, será apenas o primeiro passo.
A imoralidade extrema de todo este processo de privatização dos infantários da Segurança Social não se fica por aqui. Estamos em meados de Junho e ainda nada saiu em Diário da República sobre o respectivo concurso. [Read more…]

Tristezas pagam dívidas

O povo é sábio! E tem sempre a solução para tudo: quem não arrisca não petisca ou mais vale um pássaro na mão, que dois a voar. Nunca falha – parece o Camilo Lourenço. Vem isto a propósito de uma mensagem de Passos Coelho escrita há uns tempos e que agora surgiu no arrastão.

Sabemos aqui no Aventar, que a maioria do povo português acreditou nesta mensagem. Logo, ninguém estranha os pentelhos do Eduardo que, dizem-nos de fonte segura, não conhecem os da Celeste e até os estranham.

Ana Malhoa

Ana Malhoa

[Read more…]

PSD e CDS enxameiam Segurança Social com os seus Boys e Girls

Há alguns meses, Pedro Mota Soares, jovem líder parlamentar do CDS, exibia na Assembleia da República um powerpoint que comprovava a instrumentalização e partidarização da Segurança Social pelo PS, então no Governo.
Hoje, Pedro Mota Soares é Ministro da Segurança Social e não tem qualquer powerpoint para mostrar. Mas os factos falam por si.
A nova Presidente do Instituto de Segurança Social, com a saída de Edmundo Martinho, é Mariana Ribeiro Ferreira Costa Cabral, orgulhosa esposa de um descendente de D. Afonso Henriques e filha do jornalista António Ribeiro Ferreira, o tal que queria partir a espinha aos sindicatos e que era um grande admirador dessa «senhora adorável» que se chama arguida Maria de Lurdes Rodrigues. Não tem a experiência necessária para um cargo desta envergadura, apesar de ter passado pela Acção Social na Vereação de Cascais, mas tem o indispensável cartãozinho do CDS-PP, Partido do qual é Vice-Presidente.
Mas há mais. Luís Monteiro, Vogal do Conselho Directivo, foi assessor parlamentar do PSD; Miguel Coelho e Joaquim Caeiro, outros dois vogais, foram assessores parlamentares do CDS.
Nos Centros Distritais da Segurança Social, é o que já sabemos e que há bem pouco tempo foi denunciado pelo PS – Partido que, como se sabe, nunca faz este tipo de coisas. Os Centros de Coimbra, Bragança, Viseu e o Porto, pelo menos, já começaram a infestar a Administração Central com apaniguados seus.
Quanto ao Porto, estamos em presença de um caso deveras interessante. [Read more…]

Cromo do Dia: A dança das cadeiras

Gestores hospitalares (boys) nomeados pelo PS estão a ser substituídos por boys do PSD e CDS.

O memorando de entendimento assinado com a troika refere expressamente que os presidentes e membros das administrações hospitalares “deverão ser, por lei, pessoas de reconhecido mérito na saúde, gestão e administração hospitalar” – uma medida a aplicar já no quarto trimestre deste ano. A assessoria do Ministério da Saúde defende, porém, que a obrigatoriedade de concursos para novos dirigentes apenas se aplica “nos casos dos institutos públicos e das direcções-gerais”, ou seja, na administração directa do Estado. E alega que os hospitais EPE (entidades públicas empresariais) “não têm o mesmo estatuto” e a escolha fica nas mãos dos accionistas – que são os ministérios da Saúde e das Finanças.

Não prometeram ir mais além do que as medidas da troika? Estão a ir. Muda a música mas o baile é o mesmo.

jobs for the boys

O mérito.

Nesta conversa sobre os ordenados dos políticos, secretários e boys, há algo que eu não compreendo: porque é que sempre que se fala de um tecto para os salários no Estado, alguém vem com o exemplo do Presidente da República? porque é que se devem tabelar todos os ordenados pelo de um homem que apenas existe por existir, que não salva vidas como os médicos, que não apaga fogos como os bombeiros ou que não ajuda a manter a segurança como os polícias? Que se atribua à figura um salário digno – digno do seu papel “simbólico”, tudo bem. Mas que se venha endeusar a criatura como o cargo principal e supra-sumo da nação, isso parece-me exagerado.
Eu concordo que se pague bem a quem é competente, mas competentes pelo seu mérito. E quando digo isso não me refiro a carreiristas políticos, como o senhor professor Cavaco Silva. A ética não passa, neste caso, por criar uma hierarquia de ordenados, ou pela apresentação das nomeações e dos seus salários como se fosse uma coisa comum. Passa por terminar com o clientelismo partidário, pela contratação justa de indivíduos cujo curriculum o justifique. E só isso.

Boy, Oh Boy

O assalto parece ter começado, não vá o voto tecê-las e não ser possível nomeá-los depois. Apesar do quadro legal ser este.

Adenda: Sócrates já veio desmentir estas nomeações, mas é como na história de Pedro e o Lobo, um dia o lobo vem mesmo e ninguém acredita. Ou como reza o ditado, tantas vezes vai o cântaro à fonte…

Adenda#2: Se Sócrates nega, Coelho reafirma. O ping-pong continua…

Desabafo

(desenho de manel cruz)

Eu gosto muito do meu Porto e penso que seria capaz de escrever lindos textos sobre o Porto. Mas não me apetece. Apetece-me escrever um texto feio. Como me apetece escrever só textos feios sobre este miserável e corrupto país. Este país, vítima da maior bandalheira da sua história. Este país que tem como Presidente o seu coveiro, e como portadores do caixão, os seus incorruptíveis boys. E o pior é que todos se preparam para a exumação do cadáver. [Read more…]

As empresas dos boys…

Foi criada uma outra empresa “Arco ribeirinha do Sul” para tratar os terrenos, imensos, do outro lado do Tejo, onde estiveram a Siderurgia e a Lisnave. Acontece que já há uma empresa com grande experiência nessas matérias que é a Expo 98 que, desde esse ano, tem adquirido imensa experiência cá dentro e lá fora.

Claro que o Presidente é um notório socialista que ganha um belo vencimento, e há quem, na oposição, já declare mesmo que isto é o principio de mais um monte de empresas desnessárias, em cascata, para dar emprego aos muitos socialistas ávidos de tacho.

É assim, que Sócrates se mantem, dando benesses, distribuindo influência, aumentando a participação do estado na economia. Claro que há outra empresa ,tambem publica, que é a proprietária dos terrenos – a Baía Tejo, SA – cuja função é ter uma visão estratégica e integrada da área Metropolitana de Lisboa, atendendo aos novos projectos da terceira Travessia,Poceirão (TGV) e Aeroporto.

Bem, as funções podem estar trocadas, porque a única que tem experiência e existe há 12 anos é a EXpo 98, as outras vão fazer  o menos possível. Falta dizer que o presidente é o ex-candidato perdedor do PS à Câmara de Palmela.

E hoje não se fala noutra coisa na bloga…

…a não ser no já famoso baralho de cartas (Abrantes Playing Cards) do ANL!

O duque de espadas e o de paus já são conhecidos.


Os boys de cócoras

“Manda quem pode, obedece quem deve!” aqui está como um dos génios da PT (este aqui ao lado) sacudiu a água do capote para cima do outro boy…

São estas sumidades que atingem lugares principescamente pagos aos trinta e tal anos tendo como credenciais serem filhos e amigos de quem são. É claro que isto acontece em empresas que à partida têm todas as vantagens sobre as outras e podem dar-se ao luxo de desperdiçar milhões a granel.

O outro boy ( este aqui ao lado) saiu do Assembleia com uma queixa crime às costas não sem antes mostrar bem ao que vinha “Peço desculpa a Sócrates por ter utilizado o seu nome indevidamente” e mais não disse, remetendo-se ao silêncio na sua condição de arguido que no caso não cola, pois o processo não é o mesmo.

É esta gente sem coluna vertebral que está à frente das nossas grandes empresas públicas, mercê de compadrios humilhantes, sem estatuto e sem curriculum, atingem lugares e remunerações que são um vómito num país tão desigual e tão pobre como o nosso.

Entretanto, PS e ministros afadigam-se a defender a posição do boy atentando contra a nossa inteligência como podem ver nestas declarações , nada disto tem a ver com o PS nem com Sócrates. Hoje no Expresso, vem a cronologia dos acontecimentos que o primeiro ministro não conhecia e os gestores negam, com contrato assinado por Zanal e Pacheco, CEO e administrador financeiro da PT.

O país anda nas bocas do mundo, à beira da bancarrota, e nós descobrimos que o nosso destino está nas mãos destes “meninos” utilizados sem dignidade e pagos a preço de ouro.

%d bloggers like this: