Alguém me sabe dizer porque razão anda parte dos portugueses a celebrar o Halloween?

É uma festividade de raízes estranhas mas genuinamente anglo-saxónica e pagã e sem presença histórica em Portugal, onde preferimos assinalar o Dia dos Fiéis Defuntos.

Até há alguns anos não tinha qualquer expressão em terras lusas, salvo um grupo de indivíduos que se reunia num ‘jantar dos 13’, mais para o espectáculo que para promover qualquer motivação esotérica.

 

De repente, aos poucos, começou a ganhar dimensão. Uma festa aqui, um evento acolá. De ano para ano foi crescendo. Hoje, dou por mim a ver muitas lojas com decoração do Dia das Bruxas, restaurantes a fazer especiais do Dia das Bruxas, bares com iniciativas do Dia das Bruxas. Quase de um ano para o outro, os portugueses começaram a celebrar o Halloween.

 

Sim, não foi bem de um ano para o outro mas não vamos entrar em demasiados detalhes.

A coisa é uma espécie de Carnaval mas sem serpentinas e mais preto. E o Carnaval tem a vantagem de mostrar mais raparigas em roupas diminutas.

 

E esta descoberta do Halloween em Portugal deve-se a quê? Apenas à influência do cinema? Efeitos da globalização? Necessidade de escapismo e as parvoíces como o Dia das Bruxas servem para isso? Foi a crise?