Uma semana para tentar compromisso de salvação nacional

Atendendo a que nem sempre mas porem, embora efectivamente sendo que além disso, de facto eventualmente também. (*)

Tiro ao alvo, modalidade presidencial

tiro ao alvo

Cavaco Silva e o governo de salvação pessoal

maroteira

O presidente do qual se dizia à boca cheia ter perdido espaço de manobra, por se deixar colar ao governo devido a acções como promulgar em apenas um dia um diploma governativo, ao ponto de se contar com o ovo no cu da galinha, decidiu cuidar do que a História de si dirá e mostrar ao mundo que ele é que é o plesidente da junta.

Cavaco Silva escolheu um caminho que dificilmente trará um governo capaz mas, por outro lado, tratou da sua imagem, mostrado que arrisaca tomar decisões fora do seu ecossistema. E o interesse do país?

O entalanço

Cavaco acabou de entalar o PS, minando-lhe a estratégia eleitoral. Claro que o PS nunca aceitará.

Já há um candidato!

E de certeza que faria muito melhor. Com a vantagem de que seria uma animação. Venha ele!