As minhas desculpas

Acusei António Costa de ser o responsável pelo brutalidade (e ao que parece ilegalidade) da intervenção policial na acampada do Rossio. Sabe-se agora isto:

Quando os membros do movimento chegaram ao Rossio, António Costa pediu um parecer ao Governo Civil para apurar a legalidade da ocupação daquela praça lisboeta. Em resposta, o presidente da câmara foi informado que os manifestantes não cometiam qualquer ilegalidade. Dias depois, a Polícia Municipal decidiu intervir, (…). A iniciativa das autoridades não partiu da autarquia, até porque, segundo a vereadora Helena Roseta, “naquele sábado os serviços da câmara estavam fechados”. “Foi uma decisão exclusiva do oficial de dia da Polícia Municipal”, disse ao i.

Fui precipitado, parvo, e provocador, não necessariamente por esta ordem. As minhas desculpas a António Costa.