Negócios paralelos?

A reportagem é da Sábado, o resumo é do Esquerda.net. Um ministro, um escritório de advogados e vários assessores sociais-democratas num esquema onde as funções políticas se parecem confundir com negócios privados. Nada de novo portanto.