O processo de chinização em curso

Primeiro a EDP, já a seguir a REN, o BCP, Sines e muito mais.

Agora a concertada amarelice do costume da UGT repondo as condições laborais dos anos 60, mais ditadura menos ditadura, tudo em nome da luta de classes e assegurando que o horizonte é vermelho, venceremos a crise que não passa de um tigre de papel que será derrotado com muita austeridade, ousemos lutar e ousemos vencer.

Para quem foi maoísta na adolescência era mesmo o que me faltava, entrar-me o Império do Meio por Portugal adentro. Não me tivesse passado a fé no livrinho vermelho num instante e tivesse a tolice durado até hoje, amanhã ia-me filiar no PSD.