Eu tenho horror a pobre

Miguel Falabella, aliás Caco Antibes, não disse, mas podia ter dito:

  • – Medicamento tem prazo para rico, a eternidade para pobre.
  • – Pobre tem de comer alimentos contaminados, ou perde o sistema imunitário.
  • – Estamos a tirar as sobras às galinhas para vos dar de comer e ainda queriam higiene alimentar?
  • – Casa para pobre? arrenda-se aos bancos.
  • – Subsídio de funeral? o morto que trabalhe.

Qual Plano de Emergência Social, qual quê, quem os manda ser pobres?

Eu tenho horror a pobre

Aliás, e quanto aos pobres,  o ideal seria acabar de vez com a espécie.