Feliz Páscoa


Não esqueçam que “Deus é Humor“.
É importante.

Mais um grande artigo de opinião do Observador

O Observador publicou mais um memorável artigo de opinião, desta feita da autoria de Maria João Marques. Este é tão bom que entrou diretamente para o Top 3 de grandes artigos de opinião daquele respeitável órgão de comunicação social. Em primeiro lugar continua o artigo de João Marques de Almeida sobre o fim do Bloco de Esquerda. Em segundo está Alexandre Homem Cristo com um artigo sobre o aquecimento global datado de 2014, contudo este tem vindo a ameaçar a liderança de João Marques de Almeida à medida que os dados científicos vão saindo ano após ano. Há uma coisa comum aos artigos de Marques de Almeida e de Homem Cristo: um dia ambos terão razão. Nem que seja daqui a 5 mil milhões de anos quando o Sol terminar o seu ciclo de vida. Ah não, não vai nada terminar, Deus é que manda no Universo, que cabeça a minha, tsk, tsk.

 

O futebol ama a dor: apontamentos humorísticos e solidários

[André Camandro]

Fala-se tão pouco do futebol amador. Quanto a mim, é injusto que mereça tão pouca atenção de todos nós, como dos média, que persistem em ignorá-lo, quase como se de certas modalidades profissionais, como o atletismo ou o hóquei em patins se tratasse. Como disse, não é justo. Todos nós, os futebolistas amadores, mereceríamos certamente mais. Se não podemos competir com os profissionais no talento, ou no ordenado (no fundo, em quase nada), resta sempre algo em que, vou imodestamente assumi-lo, somos iguais: as lesões.

É verdade. Falo de lesões tão graves que nos mantêm longos meses afastados dos relvados. É o único plano, geralmente horizontal, em que podemos competir com Maradona. Claro que é uma vantagem, quando isto acontece, não termos um contrato ou um ordenado a perder. Mas não chega. Os danos morais são enormes, e atingem famílias inteiras. É para vos falar de uma dessas lesões, e do drama que se lhe seguiu, que escrevi estas linhas. No fundo, é uma homenagem. Ao amadorismo, à falta de talento, à inépcia pura, mas também à paixão, que poderia comparar à de um qualquer Garrincha. [Read more…]

Ich komme aus Boliqueime

[André Camandro]

Os alemães, diz-se, não têm sentido de humor. Os alemães e, claro, Cavaco Silva. Isto não deve levar alguém muito distraído à infeliz dedução de que este país foi durante anos desgovernado por um alemão. Ou que Boliqueime fica algures nos arredores de Munique.

Os alemães, repito, não têm sentido de humor. Começa na língua. Arranha e mesmo fere-nos os ouvidos e a sensibilidade. Como os alemães falam maioritariamente Alemão, as excepções a esta regra são efectivamente muito poucas.

Claro que se trata de uma língua muito rica, tal como a cultura. Não passará pela cabeça de ninguém denegrir a literatura alemã, por exemplo. Ou os filósofos alemães. Ou a sua música. Bach, é sabido, deixou-nos sonetos maravilhosos.

Aquela gente é simplesmente muito séria para pensar em rir, por exemplo, quando está a trabalhar. Isso perfaz muitas horas num dia. Como também não é de crer que riam quando estão a dormir, mesmo aqueles que falam durante o sono, resta-lhes relativamente pouco tempo para gracejos. [Read more…]

Braga comemora a Inauguração

braga_comemorar_inaugurar
Em que outra cidade portuguesa se inauguram placas comemorativas de uma inauguração?
Bem-vindos a Braga!

Passos prefere Coelho a Cristas

Gostos não se discutem, como sabemos, mas tudo pode ter tido a ver com uma questão de a busca de uma fé mais leal e, se assim não fora, que seria do amarelo!
teresa-leal-coelho

Não compreendo a estranheza

Assunção Cristas sempre fez questão de não desligar a sua vida política da religiosa, com Cristo sempre presente, qual o espanto de ela colocar uma cruz em tudo?

assunçao-cristas-mesquita

PSD também vai querer ler a Constituição

O PSD está interessado em ler as mensagens entre Domingues e Centeno. Ao que o Aventar apurou, este súbito desejo de literatura poderá resultar do conhecido “Efeito Retardado do Plano Nacional de Leitura Entre os Nascidos em 1983”. Poderá ser esta a razão pela qual o deputado Hugo Soares veio hoje clarificar que o  PSD quer mesmo ter acesso à transcrição de eventuais mensagens  entre os dois referidos interlocutores. Até porque, repare-se na coincidência, o deputado Hugo Soares nasceu nesse ano também.

Soubemos, ainda, que este tardio desejo por literatura não se satisfaz com os efémeros “Tás bom pá?” e “LOL tá demais” que povoam as mensagens de SMS. Não!, o PSD de Passos Coelho vai, finalmente, ler a Constituição da República, aquela que ele meteu na gaveta durante o seu tempo de primeiro-ministro.

É mais um feito de Centeno. Depois de ter conseguido o melhor défice de sempre e um crescimento económico assim-assim, sem cortar salários e pensões, como o antecessor fazia, eis que também mete deputados a ler. A continuar assim, ainda veremos novamente declamação de poesia durante o plenário.

hugo soares

Hugo Soares, ex-líder da JSD, em pose com livros em pano de fundo.  Foto: Miguel Silva.

Gordon Kaye (1941-2017)

Partiu hoje aos 75 anos o icónico René du Cafe de Allo Allo

Donald J. Trump – 3

trump-3

Donald J. Trump – 2

Inauguration 2017

Donald J. Trump

trump-2

Ramiro Marques e os “ruídos pela inveja”

transferirO Jorge, no seguimento do Paulo Guinote, assinalou o regresso do Ramiro Marques à blogosfera, o que se saúda, porque rir é o melhor remédio. Saudades, muitas saudades. Para Ramiro, o mundo (d)escreve-se a preto e branco: de um lado, estão os mauzões, ou seja, os “esquerdopatas” (noutros tempos, teriam sido os “comunas”); à direita, estão os bons, isto é, Nuno Crato e Ramiro Marques, a dupla dinâmica, Batman e Robin, Robin e João Pequeno… Estes dois últimos, talvez não, porque isto de andar a tirar aos ricos para dar aos pobres é, de certeza, uma esquerdopatia.

Seja como for, saúde-se o regresso de um homem com um currículo invejável (se não acreditais, perguntai-lhe). Com a generosidade dos frontais, Ramiro deixa-nos um resumo, que inclui, aparentemente, um erro ortográfico. Ele que não se preocupe, porque, quando apagar mais este blogue, estará aqui a imagem a atestar o poder criativo desta sumidade. E também há arquivos. Ele que não se preocupe, como eu dizia.

ruidos [Read more…]

Homem transgénero dá à luz bebé de mulher que já foi homem*

O título é do SOL e tem pouco para contar. Traduzindo é isto, o que tem graça.

 

Candidato à sucessão de Pedro Passos Coelho censurado pelo jornal I

jcd

Aquele que é por muitos considerado o futuro da direita portuguesa, o melhor colocado para suceder a Passos Coelho e, posteriormente, a António Costa, foi alvo de um procedimento censório que culminou com o fim da relação profissional que mantinha com o jornal I. Segundo podemos ler na sua página oficial no Facebook, o Dr. Jovem Conservador de Direita acusa o jornal de não ter publicado o seu artigo semanal, uma carta aberta dirigida ao Arquitecto José António Saraiva, sem qualquer tipo de notificação. E a verdade é que, ao contrário daquilo que vinha sendo habitual, o artigo foi efectivamente excluído da edição em causa. Resta saber quem se esconde por trás do arbusto, tentando minar a impenetrável credibilidade da maior lufada de ar fresco que a direita viveu desde os tempos da chegada de Duarte Marques ao hemiciclo. A minha total solidariedade para com o esse grande vulto da política nacional que é o Dr. Jovem Conservador de Direita. Que triunfe sobre os esquerdalhos!

Fotomontagem@Facebook Dr. Jovem Conservador de Direita

Trump 2016

The end is near.

Fugiu-lhes o teclado para a verdade :D

No site da UEFA logo após o final do jogo: 1-0 para Portugal. Fugiu-lhes o teclado para a verdade. 😀 Aposto que foi o mesmo amigo que apagou a luz e ligou o sistema de rega quando o Porto foi campeão no Estádio da Luz.

siteuefa

Nada escapa à fúria soviética da geringonça

nem a pobre da alheira transmontana. Oremos.

Jornalistas, Jornalismo

“A gente aqui faz um jornalismo mais ágil, mais dinâmico, mais moderno. Jornalismo-jornalismo já está meio ultrapassado, não dá para ficar apurando, correndo atrás de fontes, checando informação”.
Porta dos Fundos, a falar verdade todas as Segundas, Quintas e Sábados.
Vamo-nos rindo…

A Europa da tragédia

Marco Faria

Vergonhoso. Na Alemanha, um humorista satirizou o presidente turco e os tribunais alemães vão julgá-lo com base numa lei do século XIX, tendo a abertura judicial sido autorizada pelo Governo de Merkel. Aí está mais uma boa razão para a Turquia nunca se juntar à União Europeia.
Ensinaram-nos que a Alemanha foi pioneira nas leis, em especial o BGB, o código civil que remonta a 1900, e que inspirou, por exemplo, o nosso Código Civil de 1966. O programa de TV foi retirado de emissão na ZDFneo (inacreditável!) e Angela Merkel, de quem se fala à boca cheia para se candidatar a secretário-geral da ONU, dá assim uma prova de como os estados se deixam acobardar pelos interesses diplomáticos, para evitar problemas incómodos. A Turquia é liderada por um presidente perigoso e intolerante, Recep Tayyip Erdogan. O Parlamento Europeu deveria pronunciar-se rapidamente sobre este caso, e talvez o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem possa repor alguma ordem nas leis alemãs.
[Read more…]

De como uma sátira política conduz à revisão do código penal por via de um contencioso diplomático

erdogan spiegelFoto: Capa “Der Spiegel”

Isto foi um verdadeiro policial e uma galhofa que entreteve o pessoal durante toda a semana. É que no meio de assuntos tão confrangedores como a questão dos refugiados, crises financeiras, paraísos fiscais e que tais, de repente temos um caso satírico no centro das atenções, um caso simplesmente ridículo elevado à categoria de caso diplomático, com potencial para

  1. provocar um agravamento da relação com a Turquia com a inerente problemática relativa aos refugiados
  2. provocar uma desavença entre os partidos da coligação no governo
  3. provocar uma actualização do código penal alemão.

Aqui vai a história completa: Primeiro foi uma música com letra dedicada às brutais tropelias de Erdogan, apresentada num programa de sátira política alemão, que motivou Erdogan a convocar o embaixador alemão em Ancara para exigir a extinção do vídeo. Uma semana mais tarde, o governo federal alemão rejeitou o protesto, declarando que a liberdade de imprensa e opinião “não é negociável”.  Parecia assim estar encerrada a contenda. [Read more…]

O banano, o sopapo e a solha

57342bb401f2ee158936e7eb95a1cfc0

Era uma vez um banano que andava às lostras. Muito entretido, distribuía tabefes pelas chapadas do reino quando se deparou com um imponente sopapo nas ventas que não hesitou em esbofeteá-lo com acinte: “Pfff, isso lá são bofatadas? Que saudades da pífia PAF, esses é que eram de estalo e gritos”. Abananado, o banano ainda ensaiou uma lamparina. Porém, perante a tapona da solha, abandonou e tudo voltou à normalidade no reino da bolachada.

Quero saber qual é o NIB deste senhor!

12821617_1029971623742825_6080574308032984422_n

Encontrado no mural do Sérgio Cordeiro.

Deus apresentou queixa?

Russo está a ser julgado por negar a existência de Deus.

Bendito o cartaz…

…e o fruto do seu ventre, Nuno Melo.

Jesus também tem sentido de humor

JC

Se a doutrina/mitologia (escolher a opção que melhor se adeque às suas crenças) cristã estiver certa, Jesus Cristo está no céu e, creio, a rir-se de toda esta polémica em torno do cartaz do BE. Até porque, rezam os livros, o filho de Deus era um tipo impecável e os tipos impecáveis tendem a ter sentido de humor.

Sobre o tiro no pé do Bloco, pouco haverá a acrescentar àquilo que o J. Manuel Cordeiro aqui escreveu. Era totalmente desnecessário, o timing foi péssimo e só beneficiou a estratégia dos partidos de direita de tentar branquear esse conseguimento que foi a aprovação do orçamento. Com o cartaz da discórdia, o BE chamou a si todos os holofotes e eclipsou por completo o terramoto que se fez sentir no Caldas e na São Caetano à Lapa. Passos e Portas Cristas agradecem. [Read more…]

Humor britânico: Brexit, quem ri melhor?

mr bean

«Não vamos participar no vosso clube, mas queremos estabelecer as regras». Provavelmente é preciso ser-se britânico para compreender esta atitude.

Umas pastilhas resolvem isso

Fotografia: Luís Carregã

Pelos corredores da direita circula um novo spin que procura colar Costa a Marcello Caetano. A tese? Costa foi para o YouTube falar aos portugueses, logo há base para evocar as Conversa em Família, como aqui se fez, por exemplo.

Mas se é para usar o argumentário ad dictatorem, ninguém levará a mal que recordemos o homem que teve Salazar como suporte. Pois não?

Nota: Alguém que avise o Obama que ele não inovou e que, apenas, teve mau gosto ao imitar Marcello.

Debate Costa vs. Passos fez cair consumo de pornografia

Em 6%. Há que saber qual é o sucedâneo, se o debate, se a pornografia. Mas o mais intrigante é perceber porque raio 94% dos utilizadores portugueses de internet ainda preferem o softcore.

Um bom 2o16!

 

Peca por tardio, mas o que vale é a intenção.