O novo "Philosophical Way of Sex"

Novas definições de sexo

Os homens e o Sofá

Há uns anos, quando ainda era nova, escrevi uma crónica sobre os homens e os minetes que causou uma grande escandaleira. Ora passados uns cinco anos, descubro que há uma nova estirpe de “homens” : os que dormem no sofá. Vão desde Directores Gerais, Directores de produção, Fotógrafos, criativos, economistas mas basicamente é mal que atinge as classes B+ e A. A estirpe do sofá não é para os pobrezinhos. É , sim, para os pobrezinhos de espirito e de “cojones”, por isso, desenganem-se se acham que é mal da linha de Sintra e subúrbios… A “gripe do sofá” atacou muito de fininho homens de todos os estratos sociais, mas sobretudo malta importante e cheia de peso na nossa sociedade. E se pensam que o vosso PDG ( Président Directeur Général) é um tipo muito mau na empresa e trata todos abaixo de cão, podem ter a certeza que em casa… dorme mas é refasteladinho no sofá e sobretudo… caladinho que é assim que se comportam os cobardes atinados. São os novos cobardes. Os underdogs que ,de dia andam disfarçados de gente, e, à noite dormem há um, dois ou três anos no sofá da sala. Piam de fininho a partir das 22h, porque ” o papá adormece a ver tv é por isso que acorda no sofá” e , obviamente, as crianças são estúpidas como se sabe e caiem que nem parvinhos. Pensam os pais, esses iluminados.

Para os novos cobardes, deixo apenas duas palavras: “Chateau D’Ax”. Aqueles sofás caros para caraças onde a Isabel Figueira fazia publicidade antes de pôr o César Peixoto, provavelmente, a dormir no sofá.

Quanto a mim a lição é simples: Para além do “nada é o que parece”, cada vez me agarro mais ao velhinho mas eficaz ” LIVING AND LEARNING”….

E claro, poderia mesmo dedicar esta crónica a alguém em especial. Mas não faço, porque até sou uma rapariga discreta, não é?