Porrajmos, o holocausto cigano

Espero que o 27 de Janeiro, Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, não inclua discriminação de vítimas (holocausto, pelo seu significado religioso, não é uma palavra isenta). Nem todos os povos têm os mesmos meios para divulgarem a sua História e os seus mortos.

Também por isso relembro os 500 000 ciganos assassinados, proporcionalmente o povo que mais sofreu nas mãos do nazismo. No dia 2 de Agosto ouvi mais silêncio que outra coisa qualquer.