Essa direita extrema, não assumida mas activa

A história é sobre uma alegação falsa, na qual uma fotografia ilustraria a recém-nomeada procuradora-geral da República num jantar em casa de José Sócrates.

Chegou a ser divulgado na página do PSD de Serpa, no Facebook. Um dia depois, a mesma página lamentava o que fizera: “O PSD de Serpa partilhou uma notícia de um blogue que se revelou ser falsa. Por isso pedimos as nossas desculpas por ter partilhado informação que neste momento continua a circular e a ser notícia nas redes sociais. [DN]

Não há um verdadeiro pedido de desculpas, mas sim uma justificação do acto. Afirma-se que houve uma “notícia” e “informação”, quando na verdade nenhuma delas existiu. Veio de um local de publicação anónima, onde a verdade é secundária, mas isso não suscitou reserva alguma. O que os sujeitos do PSD fizeram, relatado pelo CM, em nada difere dos actos praticados nesses esgotos da laia do “itugga”, o tal “blogue” em causa, e de páginas do Facebook tais como a “Direita Política“, mantida por João Pedro Rosas Fernandes, segundo a investigação do DN.

[Read more…]