Relatório de organismo da UNESCO arrasa câmaras de Gaia e Porto por causa do Centro Histórico/Património Mundial

Demolições em massa no Centro Histórico de Gaia

 

O ICOMOS (Conselho Internacional de Monumentos e Sítios), uma organização não governamental global associada à UNESCO, acaba de publicar um Relatório Técnico de Avaliação sobre o Estado de Conservação do Bem inscrito na Lista do Património Mundial: Centro Histórico do Porto, Ponte de D. Luíz I e Serra do Pilar.

Este documento, que cita três artigos* sobre as Caves de Vinho do Porto oportunamente publicados aqui, no Aventar, tece gravíssimas considerações sobre a actuação das autoridades públicas portuguesas, no que respeita à defesa da integridade do Património do Centro Histórico de Gaia e Porto.

*Artigos citados pelo relatório do organismo da UNESCO:

A ler:

Clique para aceder

O esquizofrénico José Viegas (I)


O secretário de estado da Cultura, António Sousa Homem, ou melhor, Francisco José Viegas, vai estar hoje em Coimbra para formalizar a candidatura da Universidade a Património da Humanidade junto da UNESCO. Isto enquanto, em simultâneo, anda a tentar por todos os meios foder igual classificação do Alto Douro Vinhateiro.
Viegas deve achar que uma mão limpa a outra, por isso não tem mal se perdermos uma classificação desde que consigamos alcançar outra.
A candidatura da Universidade de Coimbra vai ser entregue na UNESCO até ao dia 1 de Fevereiro. Aconselho Viegas a aproveitar a ocasião para entregar também o relatório do ICOMOS que põe em causa a continuidade do Douro Património da Humanidade se a Barragem do Tua for construída.