O retrato perfeito da nova extrema-direita

Negam a ciência, desprezam a democracia, vivem a religião de forma fundamentalista, cultivam vários ódios de estimação e querem perseguir, espancar e, se possível, matar quem não concorda com eles. De Trump a Bolsonaro, passando pelos novos tiranetes europeus. Felizmente, aqui em Portugal, (ainda) não passam de uma coluna de opinião num projecto de extrema-direita direita disfarçado de jornal.

Comments

  1. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    Caro João Mendes.
    E sente-se tranquilo quando o presidente do nosso país anda numa roda viva para ver se a sua voz chega a Washington para ser ouvido por Trump, de forma a este dar cá um salto?
    Perdoar-me-à a insistência neste caso, mas o desplante do sr. das selfies é de monta, característico de pessoa que perdeu completamente o norte.
    Não consigo, acredite, digerir esta pastilha presidencial, sem o alívio de o colar à extrema direita … Ainda não o vi negar a ciência, mas quanto ao resto tenho sérias dúvidas, sobretudo depois do “beija-mão” ao papa… e às rainhas.


    • ….e de não ter vetado o CETA, o que não esqueceremos nunca, do qual nem se quis informar com o rigor que lhe compete, que nem resposta terá dado aos vários pedidos idóneos de audiência de várias entidades que na altura lhe foram solicitados antes da sua traidora ratificação do mesmo, aprovado que tinha sido por toda a direita, PS incluído, na Ass. da Rep. :

      2017-09-20 | Votação global

      [DAR I série N.º3/XIII/3 2017.09.21 (pág. 39-39)]

      Votação na Reunião Plenária n.º 3 Aprovado
      Contra: BE, PCP, PEV, PAN
      Abstenção: Paulo Trigo Pereira (PS)
      A Favor: PSD, PS, CDS-PP

  2. Policarpo says:

    “Negam a ciência, desprezam a democracia, vivem a religião de forma fundamentalista, cultivam vários ódios de estimação e querem perseguir, espancar e, se possível, matar quem não concorda com eles”

    Em vez de falar potocas, seja mais específico e descreva as iniciativas do governo Bolsonaro que se enquadram no amontoado de bobagens acima descrito.

  3. Anonimus says:

    Negam a ciência, desprezam a democracia, vivem a religião de forma fundamentalista, cultivam vários ódios de estimação e querem perseguir, espancar e, se possível, matar quem não concorda com eles

    Folgo em saber que essa gente só se encontra na extrema-direita.
    Felizmente são poucos, nunca terão expressão política.
    Não, pois não?


  4. o retrato é perfeito.

  5. JgMenos says:

    O descaro calunioso da esquerdalhada é uma sua mais que confirmada característica.
    Chamam-lhe ‘forma de luta’ e ficam-se com ares revolucionários…

  6. Antonio Serpa says:

    Para o comuna João Mentes, a direita
    não devia:
    i) criticar a “Ciência” que diz que o género é uma “Construção Social”,
    não devia
    ii) dizer que que os indivíduos que forjaram o “ClimaGate” não são cientistas
    não devia
    iii) dizer que Socializar a propriedade privada não é Democracia.

    Dizer isso é viver a religião de forma Fundamentalista.
    O João Mentes acha que a ciência devia ser uma ciência À Lysenko, uma ciência que está ao serviço da Revolução.
    E como bom marxista acusa os outros daquilo que defende, pois no tempo de Lysenko em que a ciência estava ao serviço da Revolução e gozava das mais amplas liberdades democráticas, quem discordasse com sorte ia para ao Gulags , sem sorte desaparecia (até das fotografias).

    António Pena Serpa

    • E o burro sou eu ! says:

      Serpa

      Ciência é ciência. O que os Serpas e outros fascistas pretendem negar, como as alterações climáticas e outras evidencias, nem o Botas se atreveria.

    • Paulo Marques says:

      O que as pessoas racionais dizem é que a ciência ou é feita com base no processo científico ou é lixo religioso.
      O que os Serpas dizem é que o que está certo é o que eles acham com base no que lhe dizem de um qualquer altar.

      Mas os religiosos fundamentalistas são os outros, claro.

  7. Virgílio says:

    Mas quem levou a facada foi o Bolsonaro!

    • Antonio Serpa says:

      Mas como qualquer marxista dirá, foi uma resposta à violencia do Bolsonaro. O Marxista é um especialista a alterar a ordem de valores. Tudo o que promove a Revolução é bem feito. Os fins justificam os meios

      A.Serpa

      • Nascimento says:

        Como tu sabes o que qualquer marxista dirá deste atentado .Qual é a tua ” especialidade”?Os teus valores? Ui, são um espanto: nepotismo do Seu Bolsonaro? ora ,isso é coisa ” piquena” … . Não sabia que os fins justificarem os meios era coisa de Marxista. Ora cá está uma bela merda de pensamento. ó lindinho ;et la raison d´etat? já ouviste falar? Ui, em seu Nome ( carambola prós dois lados)… ou estás ” esquecido” ó Serpa? Vá,não cuspas muito pro ar que tens de engolir o dito. Olha bem o espelho antes de vires armado em não sei o quê,e não limpes muito com cuspo, que a imagem que se reproduz de ti é de um escarro…andor.


      • Maquiavel era comuna.

      • Paulo Marques says:

        Dizer que ele mereceu, e merece, muito pior é diferente de dizer que foi bem feito.

      • anticarneiros says:

        Diz o Serpa

        “qualquer marxista dirá”

        Com esta terminologia o Serpa denuncia que pertence aos “gaçadeu” da IURD ou praga semelhante que está a consporcar o País.
        Volta para o Brasil, Serpa.

    • Nascimento says:

      Pois Foi! Um jeitaço. Não deu? Grande homem. A partir daí foi só entrevista no facedubuke, télélés,watisapii, etc… tudo muito democrático! ” Justiça” foi feita, si sinhore… marxista não; esse kanalha keria debates? em direto? pró povão ver? mas onde já se viu isso? O seu “Sepa “é que sabe de democracia, e da Verdadeira pergunta pra ele… e, meu caro VIGI, voçe tá ainda muiiito verrrdinho nessa coisa da politica.Sai dessa…curioso mesmo ,é que segundo consta o Adolfo também sofreu atentado e si saiu benzinho, e parece que o Botas também… mas, aí foi anarquista ( um fidagau inimigo de marxista, sabia?)mas, isto foi só um aparte seu Virgi… entendeu?

    • abaixoapadralhada says:

      Vai-te embora daqui Virgilio

    • Paulo Marques says:

      E quem morre continuam a ser os negros às mãos da polícia.

  8. Anonimo says:

    Fo(da)-se que este ca(ra)lho do Nascimento é mesmo burro, nem escrever sabe !gostei do “voçe… O movimento comunista está bem representado por tipos com um bestunto deste calibre.

    Anonimo


  9. Bolsonaro, Trump, João Miguel Tavares – que têm estas três figuras em comum? São arraçados de fascistas senhores!
    Ora, o presidente de todos os telespectadores, nascido e formado num ninho de fascistas, chama irmão a um, convida outro, nomeia o aquele-outro para o dia da raça e vocês não acham que é demais?

  10. Alvaro Fonseca says:

    Caro João Mendes
    Um novo obscurantismo está de facto em vias de se consumar globalmente, mas (infelizmente) não é apenas pela via do fundamentalismo religioso ou da extrema-direita. Basta ligar um qualquer canal de TV nacional (e agora até somos obrigados a a vê-los em cafés, bares e restaurantes!…) ou olhar para a banca duma papelaria, para perceber a tragédia silenciosa (ou ruidosa) em curso. Isto para além do vício compulsivo dos dispositivos digitais e das ‘redes sociais’ que alimenta o processo de cretinização que percorre todos os estratos sociais. E há ainda o efeito pernicioso do marketing e dos variados entretenimentos (futebol incluído…) que tem vindo a transformar os cidadãos em consumidores e espectadores. Sim, o novo obscurantismo está aí e virá também através da intensificação das novas tecnologias (5G, IoT, IA, etc) que vão colocar todos os cidadãos sob controlo e vigilância, 24h por dia. Mas podíamos ter uma palavra a dizer sobre o futuro se quiséssemos verdadeiramente e se nos organizássemos colectivamente. Mas será que queremos? Ou acreditamos ainda nas lindas histórias do progresso, do desenvolvimento, do ‘crescimento económico’ e dos ‘amanhãs que cantam’?!…

  11. JgMenos says:

    O rebanho está agitado com a aparição de Bolsonaro e Trump. Já do Farage não dizem nada, acham que lhes serve bem.

    Treteiros imbecis que nem alcançam que são os promotores da irracionalidade e do populismo.

    • abaixoapadralhada says:

      Tu, repugnante Cruz, é que pareces excitadissimo com a possível vinda a Portugal dos teus ídolos fascistas.
      Presumo eu que por absurdo o Hitler ainda estivesse vivo e visitasse Portugal, lá estarias na primeira fila a bater palmas.
      Nojento nazi

    • POIS! says:

      “O rebanho está agitado com a aparição de Bolsonaro e Trump”. Pois!

      Mas ó Sr. Menos, lá por não o deixarem dormir não é caso para fazer escândalo! Não se fala assim dos companheiros. Quando o lobo mau esquerdeiro os atacar são eles que lhe podem valer! O menino está a ser muito mal agradecido!

    • Paulo Marques says:

      O Farage é mais uma nulidade numa união que ou cai a bem, ou cai de podre.

  12. Carlos Almeida says:

    Ainda sobre a Ciência ou a sua negação, por esse esterco humano, vejam este link acerca do aumento da desflorestação da Amazónia promovida pelo comandante de jagunços.

    1 – https://www.rtp.pt/noticias/mundo/bolsonaro-poe-em-causa-dados-oficiais-sobre-a-desflorestacao-na-amazonia_n1161474

    2 – https://www.noticiasaominuto.com/mundo/1292212/bolsonaro-acusado-de-cobardia-por-questionar-dados-sobre-desflorestacao

    Na sexta-feira, Jair Bolsonaro, durante um encontro com a imprensa estrangeira, pôs em causa os dados fornecidos pelo INPE sobre as taxas de desflorestação da Amazónia, dizendo que os números apresentados são mentirosos.

    “Se toda essa devastação de que vocês nos acusam fosse real, a floresta amazónica já teria sido extinta, já seria um grande deserto. Estamos convencidos de que os dados que o INPE forneceu à imprensa não são verdadeiros, que estão a serviço de ONG [Organizações Não Governamentais]”, afirmou Bolsonaro.

    Na reação a estas declarações, e em entrevista publicada hoje no jornal Estado de São Paulo, Ricardo Galvão, que dirige o instituto ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações desde setembro de 2016, acusou Bolsonaro de falar de uma “maneira cobarde”, acrescentando que “não vai renunciar” ao cargo.

    “Espero que ele me chame a Brasília para explicar os dados e para ver se terá coragem de repetir isso diante de mim, olhos nos olhos”, referiu Galvão na entrevista, citado pela agência de notícias francesa AFP.

    Os dados mais recentes do INPE mostram um aumento de 88% na desflorestação no Brasil em junho, em comparação com o mesmo mês do ano passado.

    “A forma como ele [Bolsonaro] falou assustou-me, realmente. Ele fez algumas acusações indecentes contra pessoas do mais alto nível da ciência brasileira”, acrescentou o diretor do INPE noutra entrevista, na rede TV Globo.

    É no Brasil que está mais de 60% da floresta amazónica, constantemente afetada pela expansão agrícola.


  13. How do you know what any Marxist will say about this attack. What is your “speciality”? Wow, are you astonished: Your Savonarola’s nepotism? Now, this is “pique” thing …. I did not know that ends justify means was Marxist. Well, here’s a fine piece of shit. O blinding, ET la raisin metadata? Have you heard? Whoa, in your Name (star fruit on both sides)… or are you forgotten it.

    We are providing the best high-quality photo editing service and other services at a competitive price. If you want to know about the best high-quality photo editing service can you visit Clipping Expert Asia.
    https://clippingexpertasia.com

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.