A constante

intromissão nas funções do Executivo é escandalosa, mas o próprio acha normal e constitucional.

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    Mário Soares, Jorge Sampaio e Cavaco Silva, tentaram cada um à sua maneira, intrometer-se nas funções dos executivos governamentais, nos períodos em que exerceram o cargo presidencial. De forma mais ou menos ostensiva, mais ou menos sub-reptícia, foram minando o caminho dos governos que estavam fora da esfera da sua ação política. Não descansaram enquanto estes não caíram. Marcelo não foge à regra. A verdadeira oposição ao anterior e atual governo, à direita, foi e tem sido, Marcelo Rebelo de Sousa. PSD e CDS pararam em 2015.
    Se Rui Rio ganhar as primárias do PSD, preparem-se para ver Marcelo mudar o seu registo, dando o protagonismo a Rio. A partir da sua mais que provável reeleição, sem uma Geringonça, veremos de novo o PS a patinar, aliás, como é seu hábito.
    Marcelo não vai descansar enquanto não vir de novo o PSD no governo.

  2. Julio Rolo Santos says:

    Não sou da sua opinião, sr. Rui Naldinho. Marcelo não tem feito muitas ondas que leve este governo a naufragar, já o demonstrou no passado recente e não me parece que vá mudar de registo. Não sou PSD mas, muito sinceramente, gostava que Rui Rio se mantivesse como timoneiro á frente do PSD. Isto porque considero Rui Rio um homem íntegro, se é que em política os há, mas comparado com o seu principal opositor para a liderança do partido, parece-me que a política ficaria a ganhar. Mas, são opiniões e cada um dá as que tem.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.