Personalidade do ano 2019


Os corruptos têm medo dele.
O Ministério Público, os advogados e os juízes. Os Partidos e seus políticos mafiosos. Os banqueiros. Os dirigentes desportivos e seus empresários de mão.
E porque os corruptos têm medo dele – é toda uma sociedade profundamente corrupta – vai passar longos anos na prisão.
Como português, sinto um enorme orgulho em tê-lo como compatriota.
Rui Pinto, preso político, é a personalidade do ano de 2019.

Comments


  1. Apoiado, porque também demonstra que um dos grandes problemas do país continua a ser a justiça

    • R SANTOS says:

      O que demonstra é que apesar de tudo este país é, ainda continua Queiroziano, feito de gente burra e ignorante.

  2. Dragartomaspouco says:

    “E porque os corruptos têm medo dele”

    O maior corrupto , o gangster do viagra, o bimbo senior é que lhe paga e tem medo dele.

    Fanáticos bandalhos !


  3. Foda-se! “Preso político”? Será que eu li bem?

    “Um preso político é um indivíduo encarcerado numa prisão pelas autoridades de um país por exprimir, por palavras ou atos, a sua discordância com o regime político em vigor”. (wikipedia)

    Que se saiba, até ser detido ninguém sabia quem era Rui Pinto nem se lhe conhecia qualquer opinião politica sobre o regime democrático vigente em Portugal. Vivia na penumbra a cometer os seus crimezinhos, a favorecer determinadas pessoas e a chantagem outras.

    Arranje outro rótulo de coitdinho que esse não colhe.

    • Dragartomaspouco says:

      “Que se saiba, até ser detido ninguém sabia quem era Rui Pinto nem se lhe conhecia qualquer opinião politica sobre o regime democrático vigente em Portugal.”

      Erro seu. As pessoas informadas sabiam que era e é um avençado do gangster Pinto Senior, o tal que fugiu para Espanha avisado por um amigo Juiz, para escapar à Justiça a mesma Justiça de que se queixam agora

  4. R SANTOS says:

    Qual preso politico qual carapuça!!!! Sentir orgulho de um pirata do teclado, que rouba e viola informação e privacidades e transforma-lo na figura de 2019 só revela acefalia cronica.

    • Isabel Conde says:

      O que, na realidade, revela é que há muita gente – a chamada “gente de bem” – tolhidinha de medo! Por alguma coisa será, certo? Sim, porque se o Rui me “hackeasse”, eu nada teria a temer…

      • Dragartomaspouco says:

        ” a chamada “gente de bem” – tolhidinha de medo!”

        Gente de bem ou gente da Foz ?

  5. Miguel says:

    A cadeia é o lugar dos ladrões.
    Um ladrãozeco vulgar que lhe correu mal a vida…
    Este “bimbo” está no lugar onde já há muito devia estar.

    • Isabel Conde says:

      Eu sempre ouvi dizer que “ladrão que rouba a ladrão, tem cem anos de perdão”! Só espero que a justiça seja para os dois lados: para o Rui, como hacker, e para os que foram “hackeados” como corruptos e sabe-se lá mais o quê! É que justiça parcial não é justiça, é interesse, e onde há interesse, há prejudicados. Pergunto: não seremos todos nós os prejudicados? Afinal, que sabemos nós do destino dos nossos impostos, para além do que aquilo que é conveniente darem-nos a conhecer?

    • Dragartomaspouco says:

      Espero que quando sair, já tenha cantado tudo que sabe e quem o financiou, embora isso toda a gente já saiba.
      Falta provar o que é sempre mais difícil, com os amigos do pagante a protegê-lo

      • Joao says:

        Dragarto, tens provas do que falas? É que ele tem. Se, por ventura, tiveres provas que incriminem o Pinto da Costa e seus acólitos, seja, avança com isso e terás todo o meu apoio. É que, de onde me encontro, não vejo ninguém defender lado A ou B quando se fala em corrupção, só constataram factos e eles estão bem à vista de qualquer pessoa com integridade. E o que acho mais piada, é ver tanta gente que manda, colar este caso só ao benfica, quando há mais, muito mais! E já agora, se se provar que o Rui Pinto andou a chantagear alguém, cumprirá a respectiva pena. Desde que essas provas não sejam como as de violação contra o Assange, está tudo bem.

  6. esteves ayres says:

    Como personalidade do Ano 2019, não me oponho, tendo em conta as várias “personalidades” que a burguesia ( e não só) “escolheu”!!!

  7. Rui Naldinho says:

    E há aquele momento em que tu chegas aqui, lês meia dúzia de comentários, e exclamas:
    Porra! Deixa-me ir já embora que estes fulanos estão todos entrincheirados nas suas narrativas, e não tarda nada começam aos insultos.
    Bye Bye!

  8. joão maria tigeleiro says:

    E eu que sou um cidadão sem partido também tenho medo dele.
    Até agora o que se apurou é que o criminoso é ele.

  9. abaixoapadralhada says:

    Personalidade do ano !

    Preso politico !

    Diz o bimbo fanático de um ladrãozeco

    Esta canalhada não tem a noção da realidade nem sabe o que foi neste País um preso politico no tempo da ditadura fascista, mesmo que se considere de “Esquerda”.

    Tenha vergonha Sr Ferreira Pinto !
    O seu fanatismo clubista, não dá direito a dizer asneiras.
    Sim, porque apenas defende o ladrãozeco, porque ele é do seu clube de futebol. Ou será clube de Box ?

    Ao menos tenha respeito pelos presos políticos que muito sofreram antes do 25 de Abril

    • abaixoapadralhada says:

      Esse Pinto é como os outros dois Pintos, ou pior.
      Um dos outros dois, o Senior foi sempre um vigarista, desde que foi seccionista,num clube de futebol, o outro, o junior estava em formação para altas trafulhices, mas correu mal.

      Paciência, no tempo do Corticeiro, a vida era mais fácil


  10. Personalidade do ano…
    – Diz a comunicação social que desviou 264 000 € de um tal Caledonian Bank, com o qual posteriormente chegou a acordo, confidencial, para não denegrir a imagem do dito banco. Está a notícia em todo o lado. Só não lê quem não quer.
    – Acusado de entrar no e-mail de um fundo do mundo do futebol, ao qual depois “solicitou” 500 000 € para não espalhar os e-mails que se encontravam no servidor. Acto indigno e criminoso, a ser verdade. Mas parece que o tal fundo não devia ter assim tantos segredos e chamou a PJ. A coisa correu mal e, afinal, era tudo a brincar. O jovem de crista só queria mostrar os segredos ao mundo.
    – Diz-se que tem segredos disto, segredos daquilo, deste, daquele, mas de palpável ainda ninguém viu nada.

  11. Paulo Marques says:

    Preso político é um exagero, por muitos políticos que tenham o cú quente. É mais a cultura conimbricense do respeitinho a quem manda.
    Entretanto, lá voltaram a meia dúzia de pessoas que só aparece para defender a agremiação da cocaína. Haja paciência.

  12. antero seguro says:

    Claro que, quando aparece um mensageiro cuja mensagem é muito desagradável há que em última análise, se não for possível matar o próprio mensageiro, passar a discutir o acessório esquecendo o essencial. A mensagem é perturbadora e faz entrar em transe estes cavaleiros imaculados que gostariam de o ver desaparecer numa barrica de ácido, pois ela, nua e crua, revela o gangue criminoso que vai arrastando o país para a miséria. Mas o que é que isso importa se os criminosos fazem parte da agremiação da cocaína, lá para as bandas da 2.ª circular, sítio onde a PJ privilegiou buscas e mais buscas, tornando talvez esta agremiação a mais visitada pela PJ, no país, onde como sabemos ninguém sabia de nada e ninguém tem responsabilidades. Os apanhados e consumidores desta agremiação, completamente carentes da dita, entram logo em ressaca e em vez de discutir seriamente o assunto, tentam desesperadamente desviá-lo para outro.

  13. Julio Rolo Santos says:

    Rui Pinto denunciou os criminosos, da política ao futebol passando pela banca, usando métodos que, em qualquer país civilizado, lhe dariam garantias de defesa. Em Portugal, essas garantias não são aceites em sua defesa. Mas, o que mais me entristece é ler, neste Aventar, palavreado que contraria o princípio da inocência até prova em contrario. Ou esse princípio, no entender de algumas pessoas, só se aplica para os supostos criminosos de colarinho branco? Rui Pinto não fez mais do que utilizar métodos utilizados para a investigação e que, em Portugal, são um exclusivo dos órgãos de investigação criminal, nada mais, até prova em contrário.

  14. João Almeida says:

    É um homem bonito. Os outros reclusos vão-lhe chamar um figo. 😉

    • Daniel says:

      Já se sabe que, tal como nas outras religiões, o fanatismo futebolístico tolda o raciocínio, mas nunca pensei que alguém fosse tão perturbado ao ponto de considerar um hacker que vivia do roubo de informação para beneficio pessoal, como um preso político!!

      • antero seguro says:

        Um preso político não no sentido clássico mas sim no sentido em que alguém que coloca em perigo os interesses dos super protegidos do sistema político político vigente sustentado por uma legislação perfeitamente elaborada e feita à medida no sentido de os ir protegendo baseado numa falsa intrusão nos seus direitos de privacidade e outras balelas, usadas pelos agentes daqueles que fazem do crime a sua maneira de agir e estar. Nesse sentido são presos políticos. Pessoalmente apesar de ser adepto de um clube de futebol se o o clube visado e que tem andado na berra pelos piores motivos fosse o meu, pensaria da mesma maneira. A corrupção não tem clube, tem pessoas que fazem dela a sua forma de vida para atingirem os seus objectivos e francamente recuso-me a vender a minha alma ao diabo, por um clube de futebol e outros agentes do meio.

    • Paulo Marques says:

      Haha, a violação é tão hilariante! Não tanto como matar adeptos rivais, mas quase.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.