Esta saiu mal a André Ventura…

Joacine Katar Moreira avançou com uma iniciativa que me parece descabida de razoabilidade, mas sendo uma proposta política, merece naturalmente a meu ver reprovação política. André Ventura na busca de protagonismo avançou com uma resposta parva e xenófoba, ao afirmar que a deputada eleita pelo Livre deveria ser deportada para a sua terra. Aguardo próximos deslizes do deputado eleito pelo Chega para perceber se além de xenófobo, também é racista. Não tenho qualquer dúvida que a sua tentativa de graçola saiu totalmente ao lado, acabando por funcionar como idiota útil para Joacine, que além de vítima neste episódio, ganhou força na disputa que o partido mantém com ela, tornando mais difícil que lhe seja retirada a confiança política.

Comments


  1. A medida de “descabida razoabilidade” está inscrita no programa com que o PAN se candidatou às Lesgislativas, as mesmas Legislativas com que Ventura diz querer privatizar a Saúde e a Educação mas depois diz que vota favoravelmente o Orçamento do Estado do governo se este gastar mais com os professores.
    No entanto não o vi querer que todos os animais portugueses fossem também deportados. Se calhar no entender dele deveriam ser só os animais pretos.

  2. António de Almeida says:

    Dou ainda o benefício da dúvida na questão do racismo. Xenófobo não tenho dúvidas, posso afirmar com total certeza que A. Ventura é. Idiota também, mas isso até já suspeitava…

    • Rui Naldinho says:

      Que o André Ventura não passa de um populista xenófobo, não tenho dúvidas. Há que realçar no entanto, a Joacine Katar Moreira tem feito um pouco de tudo para que os André Venturas desta Tugalândia possam dar aso a todo o tipo de diarreias verbais. Ela vai-lhes proporcionando o mediático que tanto almejam.
      O parlamento já estava mal servido. Era medíocre, mas ainda assim, um “Senado”. Agora já não lhe falta nada para aquilo virar circo.
      Apetece-me dizer:
      O país está melhor, mas o AR está pior.

    • Paulo Marques says:

      É indiferente se é por convicção ou oportunismo, bater nos mais fracos com argumentos racistas é racista, ponto final.

    • R SANTOS says:

      Joacine dá numa proposta parva e com requintes de ódio e vingança a hipotese dos Venturas terem plateia para aplaudir.

      • POIS! says:

        Ora pois!

        Mais um que se CHEGA à frente. Se quer aplaudir aplauda! Não arranje desculpas parvas e estúpidas!.

        O Estado grego está farto de pedir aios ingleses que lhes devolvam os mármores e as estátuas que de lá levaram! Também é uma proposta parva e estúpida? E o ouro que lhe levaram os nazis? Também é?

        Há tratdos internacionais sobre o assunto. Tudo é polémico mas só parvos e estúpidos consideram tal proposta parva e estúpida.

  3. Isaac says:

    André Ventura respondeu “à letra” a uma senhora racista, misógina e neurótica.
    O meu aplauso, portanto, para o André Ventura!

    • POIS! says:

      Pois, mas ó Xô Isaac vosselência sabe o que quer dizer misógina? Vosselência parece ter lá uma lista de insultos, faz um sorteio e atira ! É preciso ter cuidado! Qualquer dia ainda vai chamar antifascista ao Ventura!

  4. CCabau says:

    O texto acima já de si é uma tentativa de empurrar as opiniões para os lados da esquerdalhaça que pulula em Portugal e se acha dona da razão. André Ventura usou a palavra “DEVOLVER” que é muito diferente de “DEPORTAR” Se não sabe português, consulte o dicionário!
    Não gosto do Ventura, mas nesta situação estou com ele. Racista é a Sra. Joacine além de que perigosamente incita a esse mesmo racismo! Este tema parece estar a virar moda e é sempre mas sempre vindo de quem, sendo de outra cor, veio para Portugal onde foi aceite e teve as mesmas oportunidades que os naturais.
    Foi assassinado o estudante cabo-verdiano… Racismo!
    Foi assassinado o estudante português, branco,no Campo Grande por elementos pretos… Já não foi racismo!
    Sabem que mais?! “Quem não está bem… Muda-se!” Sempre tem o seu país à sua espera!

    • abaixoapadralhada says:

      Ficas-te excitado com o congresso dos salazaristas do CDS ?

    • POIS! says:

      Pois mas…

      Não será que “devolver” e “deportar” só não são a mesma coisa se a propria D. Joacine quisesse ser “devolvida”. E V. Exa. não crê que o Xô Ventura estaria a pensar que ela lhe faria a vontadaça, pois não? Mas, se está por aí com o Xô Ventura, é só perguntar-lhe! Ficamos todos a saber.

      Até porque para esse paleio do “não gosto do gajo mas nisto estou com ele” já todos demos. Invente outra para se CHEGAR ao assunto.

      O Xô Ventura já veio a terreiro dizer que a “devolução”, ou lá que é “não era física” e que…era uma ironia. Pois! Se de hoje a amanhã alguém disser que o Xô Ventura devia estar preso é só uma ironiazinha, ninguém diz que o queria acorrentar. Ou que devia era ser fuzilado, ora era tudo a reinar, uma ironia, não era físico, fuzilado sim mas com florinhas e beijinhos e tal…

      • JgMenos says:

        O humorista falhado e as suas alarvidades.

        • POIS! says:

          Ora pois!

          É sabido que é difícil, porventura mesmo infactível, que alguém consiga colocar-se ao nível do sublime JgMenos em termos de humor. A nível internacional tem sido, aliás, colocado à altura de sumidades humoristicas como Cerejeira, Franco, Khomeini ou Bolsonaro, por exemplo. Recomenda-se vivamente o seu ensaio “Estudo Sobre a Estética das Poias de Canídeos nos Passeios de Carcavelos”, considerada uma obra sem par.

          Há muita gente, aliás, que tem evitado de ler os seus comentários, tal o estado de riso em que podem ficar que, por vezes, tem motivado mesmo a intervenção do INEM. Um vizinho meu ia só na segunda palavra e passou duas semanas no hospital.

          Por isso há que assumir que JgMenos é inultrapassavel pelo que não nos deve amofinar a sua supremamente informada apreciação.

    • Paulo Marques says:

      Este é um dos dois países dela, e não há nada que ninguém possa mudar em relação a isso.

  5. JgMenos says:

    Só quem não conhece a canalha esquerdalha é que não percebe que, ainda que venham a moderar as aparências com uma abordagem mais ou menos soft – tipo colaboração cultural, excedentes disponíveis – está sempre a p* da ideologia do colonialista a merecer carregar todo o peso do atraso, da corrupção, da estupidez do colonizado.

    E essa preta, gaga quando lhe convém, mais o Livre que a pariu, só merecem o que o Chega lhes dá, e felizmente que pelo menos há um Chega nesse puteiro parlamentar.
    Quanto ao PAN, nem falo de semelhantes animais.

    • POIS! says:

      Pois, assim sim!

      Mais uma vez se manifesta a subtil ironia, o fino trato, a esmerada educação, o sublime respeito de JgMenos pelos seus opósitos mesmo quando o tentam menorizar enfim, a prodigiosa forma de estar deste incomparável intelectual deste nosso tempo a que aqui rendemos merecida homenagem!.

      JgMenos, frequentador desde criança dos melhores salões da nossa sociedade, onde sempre sobressaíu pelo seu brilhantismo, tem revelado, nestes momentos dramáticos um espírito pacificador e uma tolerância assombrosas.

      Benditos Salazar e Cerejeira que tão dileto filho concebestes e nos oferecestes! A Pátria não está salva mas fica, pelo Menos, a boiar!

    • abaixoapadralhada says:

      Ratazana nazi negativa

      Olha que o teu “padrinho” Antonio de Oliveira Salazar, pelo menos era mais educado

      Abaixo a padralhada


  6. Tenho muitas dúvidas, apenas lhe deu tempo de antena para se armar defensor de Portugal e evidenciou a estapafúrdia proposta de JKM… quem vota gosta mais que seja Portugal a pedir dinheiro à Europa do que a ser generoso com ex-colónias

  7. Pedro Vaz says:

    É uma das técnicas clássicas do Globali$mo usada para atacar os partidos anti-Globali$tas…tiram uma afirmação fora do contexto (Ventura estava claramente a ser irónico) e fazem uma tele-novela anti-xenofoba/racista/inserir-aqui-o-resto-das-imbecilidades.

    A aplicação desta técnica clássica vai ser cada vez mais comum, já nos anos 70 o grande Jean Marie Le-Pen estava a ser vítima desta técnica.

    Viva o Chega, viva Ventura e VIVA PORTUGAL! Morte ao Globali$mo/Nova Ordem Mundial.

    • POIS! says:

      Pois!

      É claro que já há gente a defender o fuzilamento do Xô Ventura. mas é claramente uma ironia. Não é um fuzilamento físico. nem com armas. É com florinhas, beijinhos, cócegas e coisas assim.

      Só o João Maria das Canetas é que foi vítima? Já o Marquês de Pombal foi vítima dessa técnica! Quando dizia qualquer coisa acerca dos jesuítas era logo crucificado na praça pública! Uma vez fez um reparo acerca dos cortes de barba e sapatilhas que usavam e logo foi acusado de anti-cristo nas redes sociais!

      Felizmente que os ditos acabaram por se ir embora porque o perceberam mal. O Marquês disse uma vez que deveriam ser devolvidos e eles entenderam deportados e foram-se embora no primeiro comboio. Há gravuras da época que representam a Estação do Rossio pejada de batinas..

      Já não falando quando o Marquês disse que deviam era ser todos enforcados. Era uma ironia, não se referia ao enforcamento físico. Mas a populaça era burra, não entendeu, e o certo é que o Marquês acabou preso, enquanto os violadores de velhinhas continuaram todos soltos e a comer pipocas! Um escândalo!

    • JgMenos says:

      Essa de meter o Globalismo onde só há requentado terceiro-mundismo, não vem a propósito.

      • POIS! says:

        Ora pois, é caso para dizer, rimando,

        que bela esta discussão entre Globalismo e terceiro-mundismo entre dois conhecidos afiliados, quiçá em antagonismo, da Brigada do Reumatismo!

        Por favor contimuem! O prémio para quem ganhar será o de meter o Globalismo no adversário!

        Onde? Ora pois…

        • JgMenos says:

          O palhaço de serviço

          • POIS! says:

            Pois, mas olhe, Sr. JgMenos!

            Olhe que é proibido fazer publicidade à sua atividade. Não lhe disseram isso lá na Ordem dos Palhaços Certificados? É uma violação grave ao Código Deontológico! Pode ter de responder em processo disciplinar e se for condenado tem de entregar o nariz de batatinha e os sapatos 62! Depois quero ver como é que se governa!

            Tenha juizinho! É um conselho de amigo! Se quer ser famoso é melhor inscrever-se no “Big Brother”.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.