Fique em casa

Os pastores decidiram, que o confinamento é para manter…

Confinamento – II

-Está um dia lindo, primaveril, solarengo, daqueles em que apetece dar um passeio à beira-mar, ou beira-rio. Alguns biltres dizem que não posso, que tenho que ficar em casa, apesar do corpo precisar de vitamina D. Vão encarcerar o raio que os parta, ditadores de meia-tigela e deixem-me viver em paz, não quero, não tolero, nem admito, que me digam o que fazer ou como devo viver. Só vivemos uma vez, o tempo que perdermos, jamais recuperaremos…

Confinamento

Aos que nos tentam impingir uma prisão domiciliária com períodos de liberdade condicional.

Pela Liberdade, sempre!

CDS/PP, passado, presente e futuro

O CDS/PP, partido fundador da democracia em Portugal, nunca teve vida fácil, mas já conheceu melhores dias. Fundado por Freitas do Amaral e Amaro da Costa, pretendeu posicionar-se rigorosamente ao centro, nas palavras dos fundadores, primeiro equívoco, no período pós-revolucionário, o país estava completamente inclinado à esquerda e não existindo opção política à direita, acabou estigmatizado, permitindo uma colagem excessiva à extrema-direita, saudosista do Estado Novo, quiçá injusto para quem estava alicerçado na democracia-cristã, mas foi assim que aconteceu. [Read more…]

Exemplo a não seguir – II

Pouco tenho a acrescentar ao que escrevi no post anterior.
O cidadão Marcelo Rebelo de Sousa, deslocou-se hoje a Celorico de Basto, para exercer o seu direito de voto. Sem que as autoridades policiais o incomodassem, ao que se sabe. Não se percebe assim a legitimidade de qualquer operação policial em território português, que ouse perguntar ao cidadão comum, motivo para se deslocar. Pior ainda, não vi a qualquer jornalista, ousar questionar o cidadão que exerce a função de presidente da República, porque motivo, não trabalhando em Celorico há várias décadas, continua ali recenseado.
Até parece, estarmos em presença de alguém ungido, acima de todo e qualquer mortal cidadão. Portugal é cada vez mais uma choldra, verdadeira república das bananas…

Exemplo a não seguir…


-Foi perguntado a António Costa, no final da apresentação das medidas de encarceramento, se no próximo domingo, por ser dia de eleições, seria aplicável a proibição de circulação entre concelhos. tendo o primeiro-ministro respondido que não, uma vez que os cidadãos têm direito de voto, mas também explicou que não poderá ser um universo significativo, uma vez que é obrigatório estar recenseado no local de residência, ainda que admita possam existir cidadãos que mudaram recentemente de residência e ainda não tenham conseguido actualizar a morada.
É do domínio público que o cidadão Marcelo Rebelo de Sousa, actual Presidente da República, habita há vários anos em Cascais, mas está recenseado em Celorico de Basto.
Até podemos considerar que este facto não tem especial gravidade, mas não deixa de ser uma irregularidade cometida por um cidadão, que até pela função que exerce, deveria ser o primeiro a dar o exemplo…

Encerre-se tudo

A mim parece-me bem.

Encerre-se Machu Picchu, Encerre-se Chan Chan,
Encerre-se a Capela Sistina,
Encerre-se o Pártenon,
Encerre-se o Nuno Gonçalves,
Encerre-se a Catedral de Chartres,
Encerre-se o Descimento da Cruz,
de Antonio da Crestalcore,
Encerre-se o Pórtico da Glória
de Santiago de Compostela,
Encerre-se a Cordilheira dos Andes,
Encerre-se tudo, privatize-se o mar e o céu,
Encerre-se a água e o ar, Encerre-se a justiça e a lei,
Encerre-se a nuvem que passa,
Encerre-se o sonho, sobretudo se for diurno
e de olhos abertos.
E, finalmente, para florão e remate de tanto encerrar,
Encerrem-se os Estados, entregue-se por uma vez
o governo deles a carcereiros e hipocondríacos,
mediante recomendação da OMS,
Aí se encontra a cura do vírus…

E, já agora, encerre-se também
a puta que os pariu a todos.

Adaptação de José Saramago, em “Cadernos de Lanzarote – Diário III”. Lisboa: Editorial Caminho, 1996.

R.I.P.


2021 a começar mal, deixou-nos o fadista Carlos do Carmo, a obra permanecerá bem viva nas nossas memórias.

Feliz Natal

A todos os autores, comentadores e leitores que nos visitam.

Proibiccionismo vs Liberdade

Vivemos numa ditadura do politicamente correcto, quem não segue a cartilha ou pior, quem ousa discordar publicamente da cartilha que governa a choldra, é vilipendiado, desacreditado. A sociedade de forma bovina acata as orientações dos hipocondríacos e riscofóbicos que influenciam os governantes. A comunicação social serve de correia de transmissão, nos noticiários os jornalistas opinam, as reportagens de rua editadas, apenas mostram opiniões concordantes com as medidas em vigor, tudo à boa maneira das ditaduras. Apenas os maluquinhos negacionistas das teorias conspirativas ou teorias pela verdade, recebem algum destaque, apresentados como bizarria. [Read more…]

Presidenciais 2021

Nas próximas eleições presidenciais, irei votar Tiago Mayan Gonçalves. Quem habitualmente me lê, não ficará surpreendido com a minha escolha, porque não sendo militante, assumi ter votado IL nas europeias e legislativas em 2019.
Faço votos para que todos os portugueses se desloquem às assembleias de voto a 24 de Janeiro de 2021, para escolherem o candidato da sua preferência. Apesar da tentativa em transformar o acto num plebiscito a Marcelo Rebelo de Sousa, alternativas não faltam, da esquerda à direita, Marisa Matias, João Ferreira, Ana Gomes, Tiago Mayan, André Ventura, sem esquecer opções menos ideológicas como Vitorino Silva, mais conhecido por “Tino de Rans”. [Read more…]

Miguel Oliveira

Bravo, campeão! Agora mantém à distância os políticos de m…a, que te obrigaram em Portugal a celebrar a vitória longe dos teus fans. São esses mesmos, os crocodilos que lacrimejam pela falta de apoteose que mereces. Nenhuma recepção em S. Bento ou Belém, valerá um décimo dos aplausos que não recebeste quando desceu a bandeira de xadrez ao cruzares a linha de meta.
Ao contrário dos políticos, és um herói, alguém que verdadeiramente merece o respeito dos portugueses.

Um país, duas realidades

Existe na sociedade portuguesa e não só, um debate entre os que apoiam e até defendem medidas mais restritivas em nome do combate à pandemia, versus os que lutam ou procuram contornar as mesmas em nome da economia. As posições estão extremadas, porque não se encontram todos no mesmo barco.
Quem trabalha no Estado, ou até mesmo nas grandes empresas nacionais ou multinacionais, sabe que no final do mês tem o vencimento depositado na sua conta bancária, não tem que se preocupar mais do que até aqui com o pagamento das despesas correntes e continuará com o seu posto de trabalho quando tudo isto passar, previsivelmente após a vacina entrar no mercado, o que levará ainda alguns meses para acontecer de forma significativa. [Read more…]

Um olhar sobre a choldra em que vivemos…

Não me incluo nos que negam a existência do vírus, ou pior ainda, dos crentes na teoria conspirativa que consideram estarmos a ser vítimas de maquiavélico plano para instaurar um governo mundial.
Também não me revejo no abutre, ou cata-vento, como preferirem, que em Março defendeu uma revisão constitucional para encerrar fronteiras e decretar mais restrições e proibições do que aquelas que tivemos, no início de Novembro, ainda a tentar perceber a maré, se absteve na votação do estado de emergência, mas que ontem, apareceu na baixa de Lisboa, procurando retirar dividendos políticos dos que protestam pela destruição massiva dos seus rendimentos e negócios, provocadas por erráticas decisões políticas. [Read more…]

Sequestradores e carcereiros da liberdade

Suspeito que a maioria dos portugueses sofre síndrome de Estocolmo e se prepara para reeleger Marcelo Rebelo de Sousa, no próximo Janeiro. O Presidente da República é um dos sequestradores e carcereiros do povo português, a par de António Costa, que enquanto vai distraindo as atenções com a novela política em torno dos Açores, anunciou um conjunto de restrições e proibições, capazes de fazer inveja a muito ditador pelo mundo fora. Mas não estão sós, contaram com a cumplicidade do PSD e Rui Rio, que deixaram evidente aos portugueses que não oferecem alternativa, apenas alternância política. O cada vez mais irrelevante CDS/PP também surge neste retrato de família ao lado dos torcionários. [Read more…]

Em Portugal, os direitos não são iguais para todos…


-No passado dia 1 de Maio, os sindicalistas puderam comemorar na Alameda o dia do trabalhador.
-No passado fim de semana, os comunistas puderam participar na festa do Avante.
-Hoje, fiéis devotos puderam assistir em Fátima a cerimónia religiosa, evocando a sua fé.
-Eu, continuo impedido de me deslocar ao estádio José Alvalade, para apoiar o meu SCP…

Apoio político

António Costa, Fernando Medina e André Ventura, três políticos juntos no apoio à recandidatura de Luís Filipe Vieira.

O meu corrupto é melhor que o teu…

Steve Bannon é uma referência para André Ventura. E corrupto sabe-se agora, facto que o líder do Chega já se apressou a desvalorizar. Pablo Iglesias, também é visado num alegado esquema de corrupção. Não ouvimos uma palavra sobre o assunto às manas Mortagua nem à Dª Catarina, líder da agremiação política irmã do Podemos…

Politicamente incorrecto (1) – racismo em Portugal

Propositadamente deixei passar algumas semanas desde o assassinato a sangue-frio de Bruno Candé numa rua de Moscavide, para escrever estas linhas.
Ao que se sabe, a vítima tinha um cão, que incomodava Evaristo Marinho, autor dos disparos. E segundo vários relatos que tenho lido de testemunhos na vizinhança, não era Bruno Candé a única pessoa na vizinhança a ser ameaçada pelo idoso Evaristo, 76 anos, ex-combatente no ultramar, frequentemente quezilento, neurótico, pessoa descrita como tendo mau-feitio. [Read more…]

Assim vai o país…

Foi possível assistir a espectáculos ao vivo na praça de toiros do Campo Pequeno, mas até ao momento não foi autorizado um único evento tauromáquico. Ao que parece e cedendo à pressão do sector, passará a ser possível a realização de corridas de toiros, desde que os promotores garantam que a lotação das praças não exceda os 50 por cento. Já o futebol, cujos estádios também são ao livre, continua a ter os jogos disputados sem público. Isto nas competições que interessam, as que envolvem muito dinheiro em contratos televisivos e patrocínios, porque os amadores, esses nem podem treinar. Para não causar mais falências permitiu-se a abertura de ginásios, mas os atletas das modalidades amadoras continuam impedidos de entrar em competição. [Read more…]

Não apareceram filmagens

Nem políticos mostrando indignação e solidariedade para com o trabalhador agredido…

Pandega pandémica em Lisboa


Após o desconfinamento e com os números da pandemia a subirem em Lisboa, ouvimos frequentemente aos responsáveis políticos e técnicos da saúde, queixumes que os cidadãos não estão a enfrentar o problema com seriedade. Ameaças veladas que pode ser necessário recuar, interditar praias, centros comerciais, grandes lojas e vários serviços do Estado permanecem encerrados, para nosso bem ao que dizem, enquanto a economia agoniza, aumentando o número de falências e consequente desemprego. Mas em Portugal as regras nunca são exactamente iguais para todos, senão vejamos: [Read more…]

Portugal no seu melhor…

O Juíz irá aplicar o termo de identidade e residência, na próxima semana estará de regresso ao trabalho. Business as usual…

Assim se vê a hipocrisia do PCP…

Um trabalhador luta pela manutenção do posto de trabalho, que várias vezes nos dizem ser uma conquista de Abril. Agora mesmo em tempos difíceis, várias vozes à esquerda defendem a proibição dos despedimentos. Desde que não lhes seja aplicável, está bom de ver…

Solidário com Joacine

Inadmissível silenciarem uma deputada da nação no dia 25 de Abril.

Novamente sitiados…

Não existe comparação possível entre o fim de semana da Páscoa e o fim de semana alargado de 1 a 3 Maio. Autoritário e arbitrário como sempre, apesar do estado de emergência terminar no dia 2, o governo já avisou os portugueses que irão permanecer sitiados nos concelhos de residência durante todo o fim de semana. Quero ver se será para todos, ou haverá para aí uma excepção imaginativa que permita às centrais sindicais comemorarem o 1º de Maio. Cada vez mais farto destes políticos, que julgam sempre saber o que é melhor para nós, como se fossemos crianças mal comportadas e tivessem que nos educar…

Investimento seguro

Há que garantir boa imprensa nos tempos difíceis que se aproximam.

Bem prega frei Tomás…

Será hoje votada na A.R. a renovação do estado de emergência, que deverá manter em casa a maioria dos portugueses. Aproximando-se a data do 25 de Abril, decidiu o parlamento manter a sessão solene de comemoração da data, mas pasme-se, apesar de reduzir os deputados no hemiciclo a um terço, decisão controversa, porque cada deputado é titular do seu próprio mandato, que não pertence aos partidos e muito menos ao presidente da A.R., pelo que à partida, só não estarão presentes os deputados que não quiserem estar. [Read more…]

Fake news da antiguidade…

Pôncio Pilatos terá lavado as mãos, não por causa do covid19, mas por ter sido “forçado” a condenar à morte um homem justo. O mesmo Pôncio Pilatos que despachava para crucificação imediata sem qualquer direito de defesa, qualquer agitador que lhe apresentassem. Curiosamente, ou talvez não, que jeito daria ao poder romano no sec. IV, quando o cristianismo se espalhara pelo império, absolver da culpa pela condenação do filho de Deus o representante máximo do Império…
E se a culpa pode ser passada para outros, Caifás, os judeus mesmo ali à mão…
Ou pensam que a política é coisa do presente?…

Artistas da política e artistas do subsídio…

Unidos no TV Fest. Uma vez mais a RTP ao serviço de parasitas, dizem-nos que é cultura. Sei onde procurar, ouço o que quero, não preciso que dêem música na Páscoa, muito menos que ressuscitem canastrões frustrados que sairam da ribalta há várias décadas, a quem apenas favores e amizades políticas mantêm o acesso ao palco mediático.
Cantores e demais músicos têm acesso aos apoios que o governo decretou aos portugueses afectados pela presente crise que atravessamos. É lamentável, mas nada surpreendente, o oportunismo agora revelado, do qual muitos respeitáveis artistas já se demarcaram.

Actualização às 16h30 – Avança o Expresso que após um coro de protestos, o evento terá sido cancelado. O Ministério da Cultura permanece em silêncio, provavelmente em ponderação, buscando a melhor estratégia para subsidiar os amigos…