O dinheiro do PS

Imagem: PÚBLICO

E lá poderia achar outra coisa? «Pintaram os bairros sociais mas esqueceram-se de dizer que o dinheiro é do Estado, é do PS.» (via)

 

Comments

  1. Paulo Marques says:

    Se gastam mal ou não, o que sei é que a UE não mostra grandes problemas com isso. Mas é engraçado, ou melhor, trágico, que quem publicite a ideia da corrupção generalizada quer ao mesmo tempo agilidade realizada por trabalhadores sem incentivos e em pequeno número. É a teoria da economia apolítica e virgem; o que é bom investimento toda a gente sabe por manifestação do divino.

  2. Filipe Bastos says:

    Só de pensar no que esta grandíssima chula mamou nas últimas décadas, do pântano Guterrista ao bordel paralamentar, do Banco Portugal a inúmeros tachos avulsos, e, cereja no bolo, mais de dez (10) anos de euromama, até o jantar vem à boca.

    Milhões de pessoas a trabalhar e a passar dificuldades, ou desempregadas, ou reformadas com pensões miseráveis após uma vida de trabalho, para chupistas profissionais como a Elisa passarem a vida entre carrões com motorista, despesas pagas, ricos salários e obscenas mordomias.

    Não é a única, claro: andam lá muitos e muitas, como a Edite, outra vaca xuxa, o chuleco Assis, o javali Rangel, os betinhos Melo e Marques, e tantos mais. Todos coladinhos à teta.

    Não basta correr com esta canalha: é preciso malhá-la. E reaver o que mamaram. Era sentá-los numa cela e apontar os acessos a todas as contas na Suíça. Não deviam ficar com um cêntimo. Deviam é devolver-nos com juros.

  3. Abstencionista says:

    Quanto à Elisa, esta girl está bem acompanhada pelo marido, Fernando Freire de Sousa, que era vice-presidente da La Seda, quando esta empresa envolveu a Caixa Geral de Depósitos numa operação que custou mais de 250 milhões de euros aos portugueses.
    Esta foi a primeira pedra lançada por Costa para o pântano da alta corrupção legal culminando agora com a saída do PTC substituído por mais um amigo do PS.

    Com um parlamento corrupto, com alguns juízes escolhidos a venderem sentenças, com um jornalismo comprado e com um presidente com as mãos atadas pois precisa do Costa, que tem a justiça controlada, para safar o seu amigo Salgado da prisão, confesso que só vejo uma forma de sair do pântano.

    Sugiro então que se deve entregar o país a um governo de salvação nacional dirigido de e por Bruxelas, por um subsecretário de estado do governo holandês que terá a pasta do Protectorado Luso e que receberá o título de Vice Rei de Portugal porque a Holanda é uma monarquia.

    • Paulo Marques says:

      Não vejo como é que um governo que mande toda a gente (que, de resto, despreza) para o desemprego resolva alguma coisa. Mas a China agradecia mais uns saldos.

      • Albino manuel says:

        O Irão é melhor. La podes fazer a transição e até arranjas um marido.

        • POIS! says:

          Pois é!

          O Albino lá sabe! Onde é que pensam que arranjou o dele?

          Sim senhor! Apareceu em pêlo na Playboy iraniana e logo choveram pretendentes! Foi só escolher!

          • Albino Manuel says:

            ah…gosta de velhas ricas. Eu a pensar que as suas preferências iam para a musculação. Amizades de cabeleireiro. Bicha velha e mulher velha cai tudo na panela.

          • POIS! says:

            Pois pois!

            Vosselência lá sabe o que come. Pelos vistos adora os guisados, ou coisas tipo chanfana.Mas atenção!A sopa sempre no princípio! Nisso o Sr. Albino é esquisito!

    • Albino Manuel says:

      Gorda, lustrosa, boa dentadura de porcelana ou marfim, rugas amansadas pelos cremes, guedelha pintada e amansada, digam lá se esta não pode dizer quando bater a alpercata: vou, mas vou de papo cheio!

  4. Albino Manuel says:

    Então, tiraram o meu comentário de que bicha velha e mulher velha cai tudo na mesma panela? é um caldo azedo.

  5. Albino Manuel says:

    Coitado do apois. Saído Porto, saiu bicha, saiu intelectual de dois tostões, até escreve papers pagos por mim e por todos os que não têm meio de dizer que é desperdicio. Se calhar alguma treta sobre identidade e género. Ainda por cima morde na mão que lhe dá de comer, quem trabalha. São uns brutos, não estão ao nível do Pois. O pois não é pois, é pus. Vá trabalhar na economia real onde o mais que pode fazer é vender cuecas de mulher e soutiens. Relógios e sapatos de homem não, que não quer nada com a masculinidade tóxica.

    • Paulo Marques says:

      A economia real agora é ter um perfil falso para andar a empestar blogues. Certo.

    • POIS! says:

      Pois sim!

      V. Exa. andou a morder a torto e a direito e agora sente-se todo mordido. Subestimou a eficiência da dentição alheia, já que a sua dentadura pouco aguenta. Nem com quilos de Corega lá vai.

      Como bruxo deixa imenso a desejar, Não acerta uma! Pode fazer parelha com o professor Bambo. Tenho até uma boa publicidade para si: Professor Doutor Albimbo, adivinha o passado, o presente e até o futuro através das borras de vinho tinto no fundo de um garrafão de cinco litros.

    • POIS! says:

      Pois e só mais uma coisinha!

      Saiba que os únicos papers que faço é a partir da impressão dos comentários de sua Albina Excelência. São os chamados “papers higiénicos”. Utilizo para me divertir a ler as bacoradas que por aqui vai metendo antes de os pôr ao serviço da higiene do fundo das costas.

      O que, presumo, deve deixar V. Exa. profundamente orgulhoso.

  6. Albino Manuel says:

    O casalinho está em pulgas

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.