Joe Berardo, o reflexo da nossa mansa submissão

A lata deste indivíduo é infinita, mas há um je ne sais quoi de justiça divina na canalhice de Joe Berardo.

Porque ele é a imagem perfeita da nossa mansidão, da nossa submissão aos fatos, às gravatas, aos brasões e a um conjunto de outras parolices que colectivamente veneramos.

Por ele é produto acabado do oportunismo que floresce entre os conformados, abertos a todo o tipo de exploração e abuso, desde que não falte pão, circo e bola a rolar ao fim-de-semana.

É sad mas é a verdade esfregada na nossa cara. A puta da verdade que dói. Se bem que, no fundo, mais não temos que os Berardos que merecemos.

Comments

  1. Paulo Marques says:

    Ao menos cria emprego. Qual? É pá, não sejas comuna.

  2. POIS! says:

    Para tribunal? não sei como será possível.

    A menos que tenha acedido ao regime de proteção jurídica da Segurança Social.

    Ele não tem nada. Ah Ah Ah!

  3. Abtónio says:

    +E muita leviandade acusar o Homem que mais Museus abriu em Portugal. É claro que para gentalha iletrada isso nada significa! Fico em duvida se ele foi vitima dos psicopatas bancários, cuja mente perversa só está cheia de dinheiro pilhado!

  4. JgMenos says:

    A quadrilha do Sócrates foi financiar o gajo para tomar conta do BCP, e agora apresentam-lhe a conta?
    Faz ele bem de os mandar bugiar.

    • POIS! says:

      Tem toda a razão Vosselência, ó Menos!

      Nestas coisas de financiamentos, o facto de um gajo aceitar ou não é completamente irrelevante!

      Pudera! Estava a entrar massa por todo o lado! Só se um gajo fosse lorpa!

      Agora pagar, é outra coisa! Até porque o homem não tem nada!

      Na altura, tinha uma casa de banho num terraço de valor incalculável! Agora já nem isso!

    • Paulo Marques says:

      Se quem estoura a cabeça a uma jornalista não tem culpa por não ter vontade própria, porque haveria de ter o Berardo?

  5. JgMenos says:

    Cambada de vigaristas!
    Os bancos que aceitaram como garantia as acções cuja compra financiaram; como ela pouco valem, querem ir buscar-lhe os tarecos a casa?
    Só mesmo num pais abrilesco!

  6. Paulo Marques says:

    Rais parta o Cabrita. O quê, arquivado? Só prova que o país é ainda mais corrupto.
    Continuem a votar PS.

  7. luis barreiro says:

    Este pelo código cível antes do revolução abrileira já estava a ver o sol em quadradinhos, bem haja o código civil do 25 de abril que permite criminosos gozarem.

    • POIS! says:

      Pois fui ver e…

      Vosselência está cheio de razão!

      No Código Civil abrilesco, até aos menores é concedida capacidade de gozo!

      Inacreditável!

      Palavra de honra que ainda hei de descobrir quem fez tal código!

    • Paulo Marques says:

      Atão não, o que o querido líder mais fazia era acabar com a corrupção, logo a seguir ao lenocínio.

  8. Marques Aarão says:

    Berardo é só mais um dos deles.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.