Greve Geral

Os trabalhadores portugueses têm mais do que um motivo para declarar greve. O primeiro que toca os meus ouvidos, é a falta de emprego para sua força de trabalho, como o define a lei que protege a greve. Lei retirada das ideias dos tempos antigos em que o direito a greve não existia, nem contrato, nem direito à saúde ou abonos pela família que se tinha e era necessário alimentar. Foi apenas em 1890 em que 8.000 trabalhadores saíram as ruas de Lisboa para pedir um direito mínimo de trabalho de apenas oito horas. Greve efetuada quatro anos depois do dia em que em Chicago, em um 1º de Maio, centenas de trabalhadores eram assassinados pela policia por não assistir a seus postos de trabalho. Foi a bomba que fez detonar as greves por todo o mundo.

[Read more…]

Greve Geral europeia

Portugal, Espanha, Itália, Malta, Grécia, Chipre…

Há quem me diga que uma GREVE GERAL é uma GREVE política e que por isso e tal…

É exactamente isso – é um acto político!

Quem está com o Governo não faz GREVE!

Quem, como eu, como NÓS, está CONTRA o Governo e as suas políticas, faz greve!

Estão do lado de quem luta os que ficaram sem emprego, os que passam dificuldades, aliás, sem possibilidade de fazer GREVE porque não têm trabalho – até por eles a expressão da nossa luta faz ainda mais sentido. Acima de tudo por quem não tem trabalho faz sentido esta GREVE EUROPEIA! [Read more…]

Greve Geral a 14 de novembro

São cada vez mais os sindicatos a aderir, muitos filiados na UGT: Função Pública, CTT, Fisco e muitos mais.

Cresce também pela Europa um sentimento de cumplicidade com a Greve Geral marcada para Portugal – 14 de novembro. Também por França.

É geral, de TODOS os que trabalham e vai ser estrondosa: TODOS a podem fazer.

E, sem margem para qualquer tipo de dúvida: Esta Greve vai ser uma Greve especial.

Quanto a isso, já não há dúvidas.

14n ficará na história como o primeiro momento de luta à escala europeia.