Passos Coelho apresenta um corte de 4.8 mil milhões em 25 minutos

Trabalhar até morrer, trabalhar mais e ganhar menos. É este o plano do carniceiro que se encontra ao comando, sob a protecção da múmia de belém. Anuncia isto com mentiras (o défice não está a baixar; pensões e salários não são 70% da despesa do estado) e com ar sério. Uma brutal austeridade apenas baixou umas migalhas no défice e, agora se vai sabendo, há dinheiro estoirado pelo estado num valor que pode chegar perto dos 20 mil milhões de euros. É dito à boca cheia, a crise foi provocada pela corrupção, não pelos excessos. [Read more…]