A culpa é do acordo esquerda IV

Taxas da dívida portuguesa descem e prémio de risco alivia.” [Diário Económico]