Nebuchadnezzar descarrega EMP no site da UGT

UGT

(site da UGT depois do ataque informático desta noite)

Há “rebeldes” chateados com o líder da UGT. Ser funcionário (e assalariado) de uma instituição tão importante para a matrix como o BES é um fardo pesado. Principalmente quando se trata de um líder sindical que aceitou renegociar com o governo, propostas referentes a alterações ao Código do Trabalho, recentemente chumbadas pelo TC. Propostas de popularidade muito questionável…

Será que o forçaram a tomar o comprimido azul?