O governo da Geringonça

O Governo da Geringonça revelou ser o governo da Troika. A “devolução de rendimentos” é a reversão do “além da Troika”. O que temos, no final de contas, é uma abstenção violenta e uma gigantesca acção de propaganda que se destinou a inscrever na ordem do quotidiano e do senso comum aquilo que há poucos anos era, para a chamada “esquerda”, uma agressão externa intolerável.

Ri-te agora, Passos

Foto: Miguel A. Lopes/Lusa@Expresso

Este é Pedro Passos Coelho, o deputado que, segundo o Expresso, chorou de rir na estreia de Mário Centeno. Na imagem, também do Expresso, podem efectivamente vê-lo a rir, com aquele ar maroto de Diácono Remédios, secundado por dois outros deputados, também eles a esboçar um sorriso, que o Centeno era (e é) um tipo extremamente engraçado.

Suspeito, porém, que os motivos para sorrir comecem a ser cada vez menos. Disseram-nos que o fim só não estava próximo porque a experiência não duraria um mês, depois dois, meio ano, um Orçamento de Estado, mas o tempo passou e a profecia não se cumpriu. Afinal o fim estava mesmo próximo e o destino que nos esperava estava algures entre a Venezuela e a Coreia do Norte, controlado por perigosos comunistas e bloquistas que afugentariam todo e qualquer investidor. Que fariam o desemprego disparar. Que fariam o défice disparar. Que deixariam a economia de tal forma arrasada que o único cenário possível seria um novo resgate. [Read more…]