Imaturidade Política Liberal

Bernardo Blanco, deputado liberal e filho de Paulo Blanco, acompanhou dois rapazes que vivem da estupidez, um deles acusado de burla num esquema que envolve criptomoedas, numa visita à Assembleia da República que acabou com um outro a ler um discurso, redigido a quatro mãos, em que manda “para o caralho” o primeiro-ministro António Costa. 

Se quiserem conhecer mais um pouco do “Youtuber” Windoh, o protótipo do charlatão liberal, aqui ficam dois links:

Ministério Público investiga esquemas relacionados com youtubers”.

CMVM alerta que empresa do youtuber Windoh não está autorizada em Portugal”.

E se quiserem conhecer mais do “Youtuber” Tiago Paiva, o protótipo do campeão do teclado liberal no Twitter, ficam aqui links para dois vídeos:

Extremamente Desagradável: Tiago Paiva é genial”.

Os Primos: Tiago Paiva no Podroast”.

Quanto à Iniciativa Liberal, se não querem ser acusados de imaturidade política (ou mesmo de falta de integridade), convinha esconderem um bocado que são imaturos (e pouco íntegros) politicamente.

A IL refere que o objetivo de convidar estes youtubers “era mostrar o Parlamento e o seu funcionamento a mais pessoas da sociedade que não acompanham a atualidade política, mas são seguidores destes criadores de conteúdos”, uma vez que estes “fizeram dois longos vídeos em que mostram o funcionamento do Parlamento num registo mais informal, procurando aproximar os mais jovens da atividade política”.

Mas será que a IL sabe que metade dos que vêem os vídeos desses “youtubers” não tem, ainda, sequer idade para votar, que a outra metade são jovens adultos heterossexuais que ejaculam de cada vez que os Musks, os Petersons ou os Tates desta vida abrem a boca e que estes “youtubers” são um exemplo da falta de civilidade e inteligência que reinam nas redes sociais?

Claro que sabe e fica cada vez mais difícil para a IL esconder que podem ser tudo, mas liberais é que eles não são. Cada vez mais a frase “um olho no facho, outro no liberal” faz sentido.