A devassa da vida alheia

Rui Naldinho

José António Saraiva resolveu escrever um livro acerca das supostas confidências que teve como jornalista com diversos políticos. Sendo algo que roça o mau gosto, porque revela conversas privadas, as quais nunca se tornariam públicas por autorização dos visados, mostra as suas fragilidades comportamentais. Nalguns casos fala por interpostas pessoas que já não estão neste mundo dos vivos para avalizarem ou denunciarem o que ali estiver escrito. Reproduz conversas tidas em privado com pessoas que pela sua avançada idade não estarão em condições psíquicas de o contrariar, ou até defender-se, caso a revelação os ponha em cheque.

Passos Coelho vai estar presente na apresentação do livro. Sabe que o livro é polémico e ficará sempre associado ao que de mau gosto o livro trouxer, da intriga menor á mexeriquice sórdida, porque muitas das coisas que ali estão escritas serão logo desmentidas pelos próprios visados. Outras não podendo ser desmentidas de viva voz, serão objecto de repulsa de amigos e familiares, por exemplo, pelos pais e filhos de alguns dos visados.
Mas por que vai o líder do PSD à apresentação do livro? [Read more…]