Soluções expeditas

Era de prever. Ao irrestível contentamento mediático pelo fracasso do Sr. Samaras, seguiu-se a estremecida expectativa pelas diligências do Führer do Syriza que anda numa azáfama de loucos. Tendo sido rejeitado pelo dinossáurico KKE da guerra civil e respectivas purgas de “inimigos” do povo, o Sr. Tsipras bem podia reeditar o espírito do ainda fumegante Pacto Molotov-Ribbentrop, convidando os camaradas do Alvorecer Dourado. Ambos pretendem algo em comum: uma Europa forte, um Estado todo poderoso e o resto que todos sabem e têm vergonha de afirmar. Até ambas as tropas de choque são idênticas, vestindo de negro, usando capuzes e partindo montras a torto e a direito. Só visto.

O português ideal é nómada

Esperar que este governo, tal como não fazia o anterior, apresente estudos para sustentar as decisões que toma seria ingenuidade. Tudo aqui é apenas ideológico. A direita limita-se ao reflexo pavloniano de atacar a Função Pública e de retirar direitos aos trabalhadores, preocupando-se, exclusivamente, com um défice transformado em bezerro de ouro. [Read more…]