Multibanco fora de serviço

Obviamente que os Bancos irão passar o custo aos comerciantes que não esquecerão os consumidores finais. Esta medida tola faz parte do O.E. do (des)governo Costa, que inclui outras trapalhadas como o IVA da restauração, com uma sandes a pagar 6%, mas uma tosta já paga 23%… Um disparate que provocará o aumento das transacções em dinheiro vivo, facilitando a fuga ao fisco.

Refém das corporações que o sujeitam a um pesado caderno de encargos que afecta a despesa, António Costa para cumprir o sonho de ser primeiro-ministro sujeita os portugueses ao aumento dos impostos indirectos. Ainda bem que se virou a página da austeridade da direita, agora Portugal fica apenas com a austeridade de esquerda…