Sócrates ligado à máquina

A máquina – PGR que não vê, Presidente do Supremo que não dá explicações, empresas públicas que usam o dinheiro público para manobras vergonhosas, boys pagos a peso de ouro que autorizam a publicação das escutas como se a publicação dependesse da sua vontade, comunicação social que publica ou não conforme os negócios em carteira, Presidente da República que demite se isso interessar e não arruinar a renovação do mandato, Assembleia da República que pode constituir maioria para avançar com uma moção de confiança – pode desligar a qualquer momento, Sócrates o soberbo, é a pessoa mais dependente que vive em Portugal.

Mesmo mantendo-o artificialmente ligado, ficará em condições de fazer a sua vida, ou já é um vegetal apenas com o PS e os negócios a fornecer oxigénio?