Do legado do governo PSD/CDS-PP

Serviços básicos subiram 25% desde 2011. Salários nem 2%.” [DN]