Mais um 5 de Outubro a sós

Depois do presidente que não esteve porque tinha mais que fazer, poderemos ter o presidente que não está porque foi ver o Papa.

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    Um não esteve, porque teve medo de ser apupado e lhe dar o chilique. O outro não está, porque desejando fervorosamente tirar uma selfie com um velho republicano, corre o risco de já não encontrar nenhum vivo. Assim se conjugam duas ausências, uma por cagaço, outra por extinção.
    Marcelo sente-se seduzido pelos dotes intelectuais de Tolentino de Mendonça, uma espécie de sábio da igreja, que parece fazer questão de não se meter em “politiquices”.
    De qualquer modo, um dia o 5 de Outubro deixará de ser feriado. Até porque está mais do que enraizado no ego Tuga a ideia de República, como estrutura política.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.