Em causa própria

Deputados como Luís Marques Guedes (PSD), João Almeida (CDS), João Olveira (PCP) e José Luís Ferreira (PEV) estão entre os mandatários e responsáveis financeiros que beneficiaram da alteração legislativa que eles próprios ajudaram a preparar no Parlamento. De acordo com o “Público”, cada um deles incorria numa coima entre 5 e 200 IAS (indexante de apoios sociais), “o que aos valores de 2019 equivalem a montantes entre 2.175 euros e 87 mil euros por cada irregularidade”. [Fonte]

Não há problema. Depois fazem-se parangonas sobre os perigos da extrema-direita e como é que ela chegou ao poder.

Adenda: a notícia original, do PÚBLICO

Comments

  1. JgMenos says:

    Ou o orçamento o dá ou vamos vender favores – princípio base da gestão financeira partidária.

  2. Julio Rolo Santos says:

    O que dizer? Dos nossos políticos tudo se espera, primeiro eles e depois os outros.

  3. Isabel Conde says:

    Não vale a pena mencionar partidos. TODOS eles se comportam de igual maneira!


  4. Depois irá aparecer o deputado-criança-infantil-que-diz-uma-coisa-num-dia-e-outra-no-dia-seguinte e que perante a repreensão irá gritar de novo: “Vergonha Vergonha Vergonha”!

  5. Paulo Marques says:

    Só não há erros em países que não tentam criar transparência. Agora, ficar bem na fotografia não funciona sem competência para saber o que se legisla.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.