Convidei o Pedrocas para cá almoçar amanhã…

phallic potato!!!!

… mas é que até as batatas, meus deuses?!?

João Duque, eu pago o meu almoço, vocês pagam o vosso, ok?

Ouvi-o num daqueles espaços publicitários nem por isso bem identificados da TSF uma coisa em forma disto:

– É como no restaurante, almoçámos, estava tudo bem, mas agora temos de pagar a conta. Se calhar alguns de nós têm de ficar uma hora a lavar pratos…

Não o conheço de lado nenhum, João Duque, nem você a mim para me mandar lavar pratos, e falando na dolorosa uma coisa fique bem clara: nunca ganhei um tostão no BPN, nunca joguei na bolsa, não tenho casa na Aldeia da Coelha, não fiz nenhuma Parceria Público Privada e nunca meti um pé na Madeira.

Logo, lava o João Duque os pratos, e sem luvas, lava os pratos com os que roubaram no BPN, os serventuários do Alberto João e os que se prostituíram entre os diversos governos e empresas, enquanto nos copulavam com  favores do estado.

Não há almoços grátis? pois não. Mas paga quem almoçou. Ou há moralidade ou tínhamos comido todos.

RPPP*


http://widgets.vodpod.com/w/video_embed/ExternalVideo.942999

* Reanimação Período Pós-Portagens.

Passado que seja o efeito Sete-Zero, os autarcas do Grande Norte podem começar a aplicar estas massagens a si mesmos e àqueles que, crentes, acharam que os autarcas defenderiam os interesses dos seus munícipes antes dos do seu reluzente umbigo político. Não há almoços grátis, alguém vai ter que começar a arrotar….

%d bloggers like this: