Jogos Olímpicos e Educação: lutar bem

desporto escolarO circo à volta do negócio dos jogos é algo que me incomoda e muito. Sou desde criança um seguidor fiel das transmissões da RTP (obrigado Serviço Público!) e, se calhar por isso, no ensino secundário fiz o curso de Desporto. Ali, na saudosa Escola do Cerco, na zona oriental do Porto vivi algumas das mais fantásticas experiências desportivas da minha vida. Para além da experimentação de quase todas as modalidades colectivas, tive ainda o prazer de conhecer melhor as diferentes disciplinas do atletismo e como elas são exigentes. Percebi, muito cedo, como os processos são cruciais, quase sempre mais importantes que os resultados.

Foi algo que me ficou para a vida.

Hoje, com um destino profissional que me afastou mais do Desporto do que eu pensava naquela altura, faço desta máxima uma forma de vida.

Quando li as palavras de Gustavo Pires no seu perfil do “livro de caras”, senti que alguém tinha encontrado as palavras certas para explicar o que me vai na alma. Se me permitem o abuso, trago parte significativa do texto, pedindo a devida autorização ao autor: [Read more…]

Professores: Ministro cumpre mais uma promessa

Aí está uma proposta que vem acabar com a BCE.

O fim dos planos de recuperação

“passas o tempo a esfolar para o patrão
que dá um pão mas que o tira sem razão
deixas o emprego mas o esquema continua
contrato de 6 meses e depois vais para a rua
pára de sonhar, estás embalsamado
recebe as tuas ordens como um teleguiado”

A primeira página do jornal Público traz em destaque, mais uma vez, uma questão do foro educativo – os planos de recuperação.publico

Mesmo para quem não está por dentro destas coisas, já não será surpresa o destaque dado pela comunicação social escrita às questões da educação, porque apesar dos milhares de despedimentos, ainda há uma centena de milhar de docentes nas escolas, mais uns quantos por aí desempregados ou a tapar buracos e há, claro, muitos pais e muitas pessoas sempre interessadas na cousa educativa.

E, desta vez, Crato dá uma no crato e outra na ferradura, que é como quem diz, faz um bonito junto de parte da classe, que assim se vê livre duma burocracia sem sentido. No entanto a questão central está longe de se resolver e quanto a isso Nuno Crato e o seu Ministério dizem zero!

Vamos então aos detalhes.

[Read more…]