Os militares portugueses vao à bola

Hoje de manhã, ouvi na TSF uma alta patente do Exército português, destacado na Bósnia, a dizer que gostava muito que Portugal jogasse contra a Bósnia no «play-off» de acesso ao Mundial da África do Sul e que fazia questão de receber os jogadores no seu quartel-general.

Nem de propósito, a Bósnia vai ser mesmo o adversário de Portugal. Presumivelmente, porque nestas coisas nunca se sabe, era o melhor adversário que a nossa Selecção podia encontrar, juntamente com a Eslovénia.

Estamos a uma distância muito curta de chegar ao Mundial. Acredito que vamos estar lá, por mais que Scolari peça à Senhora do Caravaggio para que tal não aconteça.