Como viciar um jogo de futebol do mundial – manual de instruções

Podem-se comprar jogadores mas o mais fácil é corromper o árbitro e os seus assistentes, lê-se na reportagem resultante de uma investigação do The Telegraph e do Channel 4. Mas quem o diz é Christopher Forsythe, o facilitador do negócio, natural do Gana. Sim, essa equipa à qual só por milagre (financeiro, ao que parece) iremos ganhar por meia dúzia de golos.

[Read more…]

É uma questão de tempo

A equipa portuguesa deixou de jogar 5 minutos depois do jogo ter começado.

Há um je ne sais quoi de Bento em Deschamps

E vice-versa!

Ambos foram médios. Raçudos e bons. E carregadinhos de mau feitio. Paulo e Didier, que até iam mudando de penteado com a idade, foram internacionais enquanto jogadores, nunca se lhes apontou grandes sequelas que a inteligência lhes tivesse outorgado, mas sempre foram considerados, por quem com eles viveu no campo e fora dele, pessoas honestas, de dar o litro. Havia até quem os considerasse frontais, até houve quem vendesse a imagem de que eram solidários, ao ponto de darem tudo pelo semelhante, desde logo a figura do jogador de futebol. Eram uma espécie de sindicalistas, defensores da classe. O que me parece uma extrapolação perversa, mas não sei.

Agora, o que ressaltou ultimamente é que ambos têm ódios de estimação, defendem-se bem dentro de uma clique de “amigos”, mas o grupo não pode nem ser grande nem prolixo, e, quanto menos egos, melhor. [Read more…]

O mundial da bola em indirectas

deve ser acompanhado numa paneleirice ainda por cima com título em americano, aqui. Lamento este link, mas joga o maradona, prontos.

Portugal-Itália nos quartos de final

Confirma-se! No Mundial de Futsal, a Itália é a vecchia senhora que se segue: 4ª feira de manhã.

Campeonato do Mundo de Futsal: Portugal – Brasil

Aí está o jogo do tudo ou nada. Agora não há mais oportunidades: Portugal está neste momento (10h em Portugal, 17h na Tailândia) a entrar em campo para o último jogo da primeira fase.

No primeiro jogo uma vitória fácil contra a Líbia, depois um empate com o Japão , onde Portugal teve o jogo completamente na mão, mas…

Agora temos 4 pontos e o Japão também. Um ponto contra o Brasil é suficiente, tal como a vitória, claro.

Uma derrota contra o Brasil terá que nos levar a pegar na máquina de calcular, mas o apuramento continua possível.

E agora chegou a vez dos melhores do mundo – o Brasil.

O jogo passa na RTP, mas quem não está por casa, a transmissão web pode ser uma boa opção. Aliás, a FIFA, no seu site, está a transmitir os jogos todos.

Só tenho pena que o 2º melhor do mundo, Falcão, não jogue por estar lesionado-fica o aperitivo:

Actualização (11.39): Portugal perdeu 3-1 com o Brasil. Um mau resultado que só não foi péssimo porque o Japão só ganhou 4-2 à Líbia. Assim, Portugal fica apurado, com o Brasil, para a 2ª fase.

Veja o código de barras, compre produtos portugueses

A seleção portuguesa de futebol, esta de sub20 que acaba de suceder à primeira geração que vendeu bem, a dita d’oiro, demonstra como nem o nosso capitalismo de topo, o dos mercados de técnicos especializados no esférico rolando sobre a relva, confia no que produzimos. Vejam onde andam os jogadores no Maisfutebol e façam as contas.

Isto avisado do que vamos ouvir, mesmo que ganhemos a final, sobre um coletivo que não tem estrelas, rebibaunhau pardais ao ninho, e como me apetecia agora googlar para aqui todos os diagnósticos garantindo que não passávamos a fase de grupos.

Mais uma prova de que só com os trabalhadores e esquecendo as elites, ocupadas em mandar pelo menos 9 milhões de euros por dia para offshores, se pode vencer a crise.

Espanha no topo do desporto e o resto são vitórias

A vitória da Espanha no Mundial, além de justa, é fruto da grande aposta do país no desporto.

Nos últimos anos ganhou diversos títulos europeus e mundiais, colectivos e individuais. E em várias modalidades. Futebol, basquetebol, andebol, hóquei em patins, ténis, Fórmula 1, motociclismo,…

Isto não acontece por acaso. É fruto de um longo trabalho de base, de enorme aposta na formação. Acontece aqui ao lado. Deveríamos aprender com eles mas temos uma grande incapacidade para perceber estas coisas.

Cristiano Ronaldo maior do que Portugal?


«Enquanto eu estiver à frente da selecção, se o tamanho da camisola for pequeno demais para algum corpo, não precisa de estar aqui.» – algum dia Carlos Queirós haveria de dizer alguma coisa acertada…

Agora se percebe por que razão determinados jogadores são chamados à Selecção

«Vocês [jornalistas] não sabem o número de vezes que eu chamo deteminados jogadores ao meu quarto.», Carlos Queirós, em conferência de imprensa após o jogo com a Espanha.

FutAventar – como o destino…

A equipa portuguesa na primeira vez que jogou com uma selecção do seu nível e ambas tinham que ganhar, perdeu! Tão simples quanto isto!

O defesa direito era um defesa central adaptado, a vigiar o melhor avançado espanhol? O médio mais recuado não jogava há seis meses , tinha sessenta minutos nas pernas, não tinha rotina nem ritmo? O melhor do mundo não jogou nada? O avançado centro foi substituído por um jovem que corre muito mas não acerta na baliza? O médio ala não se viu? O “10” que sabe inventar espaços não jogou por se ter zangado com o treinador?

Pois foi por essas razões todas, eles são melhores, jogaram melhor, se não fosse o guarda redes, tínhamos levado três ou quatro, que nem espinhas, o resto é mau perder ou não saber ver a bola. O Professor falha no banco, não tem a pontinha de sorte, ou a centelha que leva uns a ganhar e outros a perder? Mais uma razão para não termos passado da fasquia que é a nossa. Oitavos de final, já viram se em vez da Espanha é o Chile podíamos estar nos quartos de final?

Sem ler nem escrever! Agora o melhor é arranjar uma equipa favorita e continuar a ver e a divertir!

Só para quem gosta!

Portugal – Brasil : jogo de empatas

Não serve para nada, ou antes, serve para empatar, que é o resultado melhor para ambos, isto sem broncas pelo meio porque o melhor resultado mesmo, para o Brasil era perder, encontraria o Chile ou a Suiça nos oitavos de final, as equipas mais fracas. Assim, para Portugal só interessa o empate, por uma questão de orgulho porque mesmo perdendo a Costa do Marfim não dá oito à Coreia.

É a oportunidade de fazer descansar jogadores, o Ronaldo, o Raul, o Coentrão , o Ricardo Carvalho e o Pedro Mendes e, já agora, perceber o que foi Pepe fazer à África do Sul. Não só pelo Pepe mas tambem pelo Nani!

Com a Suiça ou o Chile temos muitas hipóteses de chegar aos quartos de final, somos melhor equipa, e menos desgastados. Depois teoricamente poderemos encontrar a Argentina, o Brasil ou a Holanda melhores equipas do que nós.

A Alemanha é a pior de todas estas equipas e a seguir a Inglaterra o que dá alguma margem para Portugal, são equipas do nosso  nível podemos ganhar o que nos levaria à final com o Brasil  a Argentina ou a Holanda e, na final, é o que vier, tudo pode acontecer. Podemos ganhar o campeonato com :

Empate com a Costa do Marfim, equipa do meio da tabela; vitória sobre a Coreira uma das equipas do fim da tabela; vitória sobre a Suiça ou Chile, equipas do meio da tabela; Inglaterra ou Alemanha equipas numa forma muito distante a que nos habituaram  e, verdadeiramente, com um só jogo em que o adversário é superior. E a  final com o Brasil  a Argentina ou a Holanda!

Isto mostra bem que estes campeonatos são máquinas de fazer muito dinheiro e dizem muito pouco quanto à capacidade desportiva das equipas. Em 2004 a Grécia sagrou-se campeã europeia com uma das mais fracas equipas da competição.

Genial:

Um grande momento, mais um, do 31 da Sarrafada:

CHILE e PORTUGAL, MUNDIAL DE 2010!

selecção mundial 2010 e a História que permitiu a sua realidade

 Elenco: Claudio Bravo Goleiro, Real Sociedad; Miguel Pinto Goleiro, Universidad de Chile; Ismael Fuentes Zagueiro, Universidad Católica; Waldo Ponce Zagueiro Vélez Sársfield ; Arturo Vidal Zagueiro Bayern Leverkusen; Gary Medel Zagueiro, Boca Juniors; Gonzalo Jara Zagueiro, West Bromwich Albino; Osvaldo González Zagueiro, Universidad de Chile ; Mauricio Isla Zagueiro Udinese ; Roberto Cereceda, Meio Campo, Colo-Colo; Rodrigo Millar, Meio Campo, Colo-Colo; Claudio Maldonado, Meio Campo, Flamengo; Gonzalo Fierro, Meio Campo, Flamengo;Jorge Valdivia, Meio Campo,  Al Ain; Rodrigo Tello, Meio Campo, Besiktas; Manuel Iturra, Meio Campo, Universidad de Chile; Carlos Carmona, Meio Campo, Reggina; Matías Fernández, Meio Campo, Sporting; Alexis Sánchez, Atacante, Udinese; Humberto Suazo, Atacante, Monterrey; Esteban Paredes, Atacante, Colo-Colo; Héctor Mancilla, Atacante, Toluca; Jean Beausejour, Atacante, América.

…para Sérgio Aurélio da PCmedic que me ajudou com as imagens…

…e Fernando Pessoa que colaborou com ideias…

Viva a Selecção Portuguesa do Mundial de 2010, que hoje goleou sem respeito nem  piedade e se nenhum dó, a selecção da Korea do Norte, que correu imenso para salvar a sua honra, e o impiedosos, descobridores do mundo como se pensam, esquecem que há países que  não podem ser atacados de forma vil, como foi no Japão, nos anos 500 do Século I, ou os Indianos, anos mais tarde. Nem se lembraram que havia Estados livres na África, e a atacaram, como à Korea. Coitados de nós, os denominados países do Terceiro Mundo, olhados pelos Senhores da Europa, com imensa tristeza. Não é em vão que no meu texto sobre o auto exiliado Saramago, que foi maltratado no Portugal que amava e que nem a nossa Soberania louvou ao nosso poeta por estupidezes, não em vão, digo: silêncio, o poeta descansa para escrever o seu próximo texto que nos deve enviar a todo minuto desde a casa de Pessoa ou dos Bicos. Portugal tem esse terrível defeito, de gritar, festejar, beber até o alcoolismo, quando são outros os que fazem o trabalho. Antes, guardam silêncio pela sua inata insegurança que levara ao Zé a nem ter honras fúnebres no seu enterro.

É assim também que pensam dos coitados sul-americanos, que nem se importam em proferir a notícia que a seguir ao jogo de hoje às 12.30, havia um Chile a combater pela sua mais valia, lucro de honra e ser aceite como os portugueses têm a manha de se aceitarem a si próprios como os melhores. Ai! do que não será se vencer o Mundial! Ai! do que será se o não o conquistar! Se vencer, duvido, não termos  festa de meses completos; se perder, rápidas desculpas sobre de quem é a falta, porque nunca assumem as suas  próprias derrotas.

Sou hispano,anglo, chileno e luso, mas doí-me este comportamento pouco arrogante do meu povo descobridor de outros.

Será o Chile assim?

Não é comigo, hoje, falar dos jogadores da Selecção do Chile do Campeonato Mundial de Futebol de 2010. Os comentaristas, as notícias, os jornais comentam, analisam, sabem do que tratam. Apenas queria dizer que vi o desempenho da selecção e como a nossa anterior Presidenta da República, Michelle Bachelet,

Antiga Presidenta do Chile, filha do socialista General Bachelet, torturados juntos

 estava presente, prestigiando, com a sua linda presença de Senhora, o desempenho elegante, a forma de atacar e o golo marcado à República das Honduras – país da América Central, com Tegucigalpa, como capital é limitado a norte pelo Golfo das Honduras, a norte e a leste pelo Mar das Caraíbas (por onde possui fronteira marítima com o território colombiano de San Andrés e Providencia), a sul pela Nicarágua, pelo Golfo de Fonseca e por El Salvador e a oeste pela Guatemala.

[Read more…]

Parabenizar quem o merece

É tempo de reconhecer que o jogo com a Costa de Marfim tinha uma dificuldade acrescida: do outro lado estava um treinador que conhece bem Portugal e soube contratar o melhor que havia para tramar Carlos Queiroz.

Empatar, nestas condições, foi mesmo o resultado possível.

Só espero que a Vossa Senhora de Scolari não esteja a aconselhar os coreanos.

O Brasil não passa… 1×2 aqui no aventar!

https://i2.wp.com/mundial.4linhas.com/imagem/060701212655.jpg?resize=400%2C336Esta equipa não me entusiasmou nada! O Brasil não é, nem de perto nem de longe, o grande Brasil. Tem uma defesa onde  joga um grande jogador – Maicon – os outros são jogadores de craveira média, dois médios muito lentos e um ataque com Robinho e pouco mais!

O Káká está longe da forma não liga a equipa. Fica aqui a aposta para quem quiser, deixe o seu vatícinio. Para mim é: Portugal, Costa do Marfim, Brasil, Coreia!

E a sua?

Este é um país adiado

portugal-bandeira

Este é o país onde um deputado ‘toma posse’ de gravadores de jornalistas mas, 50 dias depois, nada ainda lhe aconteceu.

Este é o país cujos governantes aumentam impostos por ficarem surpreendidos – em permanência – com o que acontece no mundo, mesmo depois de terem sido alertados por dezenas de especialistas em economia.

Este é o país que não obriga os alunos a estudar, preferindo transita-los de ano como medida de ‘incentivo’.

Este é o país que mascara estatísticas de desemprego ou de criminalidade por ‘erros‘ ou para ‘corrigir’ as fórmulas.

Este é o país onde um governo quer aplicar impostos de forma retroactiva.

Este é o país de um governo que aumenta impostos mas continua a querer gastar milhões no TGV.

Este é o país de um governo que constrói uma auto-estrada (A29) em cima de uma estrada nacional (EN 107) e depois quer cobrar pela sua utilização.

Este é o país de líderes de oposição tão patriotas que preferem gerir os seus calendários políticos em função das conveniências pessoais e não das necessidades da população.

[Read more…]

Portugal – Costa do Marfim: O hino

Curioso. Durante a transmissão do hino de Portugal, só 3 jogadores não cantaram. Por coincidência, foram os 3 que não falam português de Portugal: Deco, Liedson e Cristiano Ronaldo.

Nani com doping?


É uma das explicações que corre para o afastamento de Nani do Mundial da Africa do Sul. Baseiam-se os autores dessa explicação no excelente momento de forma que o jogador atravessava, no abandono da Selecção dias antes do controle anti-doping que foi realizado e em todos os acontecimentos que rodearam a alegada lesão.
Como é lógico, não sei se isto tem o mínimo fundamento, mas sei que é tudo muito estranho: o jogador lesiona-se num treino em Portugal, mas ninguém repara a não ser na Africa do Sul; o jogador regressa a Portugal a carregar bagagens cujo peso é incompatível com uma lesão grave no ombro; e para cúmulo, diz que daqui a uma semana já estará bom.
Ora, se daqui a uma semana está bom, já podia jogar com o Brasil e até com a Coreia do Norte. No fundo, só falhava o primeiro jogo.
Alguém que explique cabalmente o que se está a passar por favor.

Mundial – não era preciso ser bruxo…

Como escrevi  aqui no Aventar  não era de esperar grande coisa deste campeonato. A ideia de alavancar a economia e a visibilidade da África do Sul é boa, mas o país em termos de segurança deixa muito a desejar. Acresce que nos últimos tempos, a extrema direita perdeu o seu líder branco, às mãos de um grupo de jovens negros.

Racismo, nazismo e ódio, não são ingredientes para resultar uma boa caldeirada, ou antes ,caldeirada resulta, apetitosa é que não. A violência campeia, a neta de Mandela morreu num desastre e as versões são mais que muitas não se afastando a possibilidade de um atentado. Jornalistas portugueses e espanhóis, no meio do nada foram assaltados enquanto dormiam e os jornalistas que cobrem o evento não têm rebuço em dizerem que têm medo.

Os senhores da FIFA estão hospedados em luxuosos hoteis, com toda a segurança, e no fim levam uns milhões muito largos, há já quem pergunte se valeu a pena fazer o campeonato na África do Sul, mas para os senhores do dinheiro isso é assunto que se vai ver no final. Nas contas!

Entretanto, pessoas que foram assaltadas nunca mais conseguem livrar-se do pesadelo, são assaltos à mão armada de extrema violência, no país os serviços de apoio estão cheios mas as autoridades dizem que a maioria das paessoas não pede ajuda, o problema é bem maior do que mostram as estatísticas oficiais.

E Mandela com 91 anos já não tem poder nem energia para voltar a liderar o seu povo!

Da vuvuzela e do massacre dos ouvidos

Nunca fui grande fã de filmes de terror. Sobretudo daqueles onde são aplicadas grandes quantidades de corante vermelho, onde há corpos cortados aos pedaços e zombies comedores de massa encefálica. Não pelo nojo perante a visão de sangue fictício mas porque, por norma, as fitas têm argumentos insossos, apresentando uma sucessão de cenas de carnificina com o intuito de impressionar cada vez mais.
Mas foi de um filme de terror deste género que me lembrei hoje quando fiquei a saber que uma vuvuzela faz mais ruído que uma serra eléctrica. A corneta, soprada à maneira, vai a uns simpáticos 127 decibéis. Está ao nível, por exemplo, da descolagem de um avião. A tristonha serra eléctrica não passa de uns míseros 100 decibéis.

Na primeira metade da década de 1970, o realizador Tobe Hooper contou que teve a ideia para o filme Massacre no Texas quando estava na área de mecânica de uma loja cheia. Pensava numa forma de fugir da multidão quando encontrou, com o olhar, as serras eléctricas…. The Texas Chainsaw Massacre foi lançado em 1974 e tornou-se um clássico do terror, mesmo que uma parte da audiência não tenha chegado ao final dos 90 minutos de duração.

Tanto tempo como um jogo de futebol. Esperemos, pois, que este Mundial não se transforme num South African Vuvuzela Massacre.

Nani fora da selecção?

Nani lesionou-se no treino de ontem e vai ser substituído por Amorim, médio do Benfica, que já viaja para a África do Sul. O avançado do Manchester United lesionou-se ainda na Covilhã, num ombro, o que terá contribuído para o resultado dos exames feitos ontem, depois do treino.

O jogador em melhor forma, estará fora do Mundial?

Carlos Queiroz ao retardador

carlos_queiroz_2605

Não sou daqueles que está sempre à espreita de uma oportunidade para zurzir Carlos Queiroz. Até simpatizo com o professor, embora preferisse outro para a função. O que não percebo é que, depois de vários dias de treinos e um jogo de preparação, o seleccionador entenda que “só agora” é que o estágio vai começar.

Percebo o que pretende dizer. Agora tem todos os jogadores às suas ordens, não há mais chegadas às pinguinhas e este é o tempo de afinar técnicas e tácticas. E ainda faltam 20 dias para o primeiro embate.

A questão que estas declarações de Queiroz me deixam é apenas uma: se é assim, que raio andaram os rapazes a fazer na Covilhã nos últimos dias?

A expectativa nacional em redor da selecção não é, vá lá, muito positiva. Quando muito espera-se que passe a primeira fase. Os problemas com os adeptos no estágio serrano, a quase inacreditável má imprensa que Queiroz vai tendo, ao contrário do devoto de Nossa Senhora do Caravaggio, tudo isso contribui para a descida da temperatura.

Com a inabilidade destas declarações, Queiroz só ajuda os detractores e retira ganas aos verdadeiros adeptos da selecção.

Campeões do Mundo!

Guarda redes: Eduardo, Beto, Daniel Fernandes

Defesas: Miguel, Duda, Castro, R. Costa, R. Carvalho, Rolando, Bruno Alves, P.Ferreira, Pepe, Coentrão

Médios. Pedro Mendes, Raul, Deco, Nani, Simão, Veloso, Tiago

Avançados: Ronaldo, Liedson, Hugo Almeida

Assim, ou com metade de cada vez, em 3x3x3 ou em 4x4x2 ou em 3x5x2, o resultado será o mesmo! A glória!

Pedofilia no futebol Francês

Um escândalo! Três conhecidos jogadores estão a ser investigados por terem recorrido aos serviços de uma profissional do sexo quando esta apenas tinha 17 anos. A conhecida jovem (continua a ser uma prostituta de luxo), já veio a terreiro defender os jagadores dizendo que foi muito bem tratada e que não houve violação nenhuma, pedindo que os jogadores não sejam molestados pela justiça.

Os jogadores Ribéri, Vougou e Benzema é que já estão a contas com vários problemas para além do tradicional, estarem a ser julgados na praça pública. Há já quem peça a sua exclusão da Selecção Francesa de Futebol no próximo Campeonato Mundial, em junho na África do Sul. A lei francesa é clara diz que a maioridade é atingida aos 18 anos, mas o que me deixa perplexo é como é que uma coisa destas chega à Justiça, toma foros de notícia “pedofila”, a dois meses do campeonato.

Quem estará por detrás de uma notícia destas? O que se pretende? Como é que se obtem provas de que as relações foram anteriores à maioridade, quando pelos vistos são confirmadas pelas partes ?

É claro que o Ministério Público não pode deixar de investigar, mas a facilidade com que hoje em dia a opinião pública é manipulada e utilizada para os desígnios de gente que se mantem na sombra, é deveras preocupante!

A quem serve uma Justiça fragilizada e um comunicação social “empreiteira”?

Mundial de Futebol ameaçado!

O racismo espreita agora com a morte do líder da extrema direita branca que foi ontem a enterrar. E não escolhe povos, nem cores, nem países. Durante muitos anos os brancos num país africano de maioria negra, constituiram o “apartheid” como política, afastando os negros da governação, da justiça social e da sociedade. Hoje assistimos ao contrário, são os negros que dominam o poder e segregam a população branca, que constitui 10% dos 49 milhões de pessoas que habitam o país.

O Mundial de Futebol,  que decorre no próximo mês de Junho, na África do Sul, desperta velhos ódios que Mandela apaziguou mas não resolveu.

Obrigado Carlos Queirós

É hoje o sorteio da fase final do Campeonato do Mundo da África do Sul. Com quem vamos jogar? Não interessa.

Para já, devemos agradecer a Carlos Queirós. Porque vamos ao Mundial.

Sem a fantochada das bandeiras nas casas e nos carros.

Sem a palhaçada das Nossas Senhoras dos Caravaggios, das rezas e dos santinhos.

Sem precisar de atiçar contra um clube toda uma nação.

Sem precisar de hostilizar símbolos do nosso futebol.

Sem precisar de «inventar» outros jogadores para a mesma posição dos hostilizados.

Sem precisar de idolatrar quem sai e regressa quando lhe apetece.

Sem precisar de andar ao murro aos adversários.

Sem precisar da parolada do discurso e do fato de treino.

Estamos onde queremos sem ter precisado de nada disso. É por isso que hoje, dia do sorteio para a fase final, só me ocorre mesmo dizer «Obrigado Carlos Queirós».

 

5 000 Euros de prejuízo / dia / estádio

É quanto nos custa cada um dos quatro estádios construídos a mais para o Europeu de 2004.

 

Aveiro, Leiria, Coimbra e Faro custam-nos a "visão" de estadistas, os mesmos que nos querem agora empurrar para obras megalómanas, com o mesmo tipo de argumentos. Cinco mil euros por dia é quanto nos custa cada um daqueles estádios que, como todos diziam, não eram necessários e que agora estão às moscas.

 

Mas o lobby do betão manda e o PS ainda manda mais, pelo que há que fazer obras, muitas obras, logo se vê quem paga.

 

O descalabro é de tal ordem que há em Aveiro quem proponha que se impluda o estádio e no seu lugar se construa outro de menores dimensões. Em Leiria, andam a tentar construir, num dos topos, uns hoteis e, em Coimbra, o Presidente da Académica tambem já propôs que se deixe aquele estádio, cuja manutenção é caríssima, e se construa outro bem mais pequeno.

 

Responsáveis, pais da ideia, promotores do desenvolvimento, não há, ninguém foi, ninguém dá a cara. Por acaso (ou não), foi num governo onde o responsável pela secretaria da juventude e desportos era um senhor agora muito conhecido e que tambem é o paladino das obras públicas, para que o país não fique para trás.

 

É uma espécie de trabalhar para aquecer, não serve, não precisamos mas faz-se na mesma, fica já feito, alguma vez há-de ser preciso e alguém vai pagar. Finalmente, até nos dizem que é graças aos estádios que não são precisos que podemos agora concorrer em parceria com a vizinha Espanha, ao Mundial de Futebol de 2016. Recuperamos o investimento.

 

E não vêem que é a forma de arranjar o argumento decisivo para o  investimento do TGV? Já está, para quem não quer ver, multidões a andar entre Lisboa e Madrid para não perderem nenhum jogo. E depois mais multidões para verem onde foi e outras multidões para verem..

 

Está garantida a viabilidade financeira, e em caso contrário, implode-se!

 

 

Os militares portugueses vao à bola

Hoje de manhã, ouvi na TSF uma alta patente do Exército português, destacado na Bósnia, a dizer que gostava muito que Portugal jogasse contra a Bósnia no «play-off» de acesso ao Mundial da África do Sul e que fazia questão de receber os jogadores no seu quartel-general.

Nem de propósito, a Bósnia vai ser mesmo o adversário de Portugal. Presumivelmente, porque nestas coisas nunca se sabe, era o melhor adversário que a nossa Selecção podia encontrar, juntamente com a Eslovénia.

Estamos a uma distância muito curta de chegar ao Mundial. Acredito que vamos estar lá, por mais que Scolari peça à Senhora do Caravaggio para que tal não aconteça.