A Terra é Uma. Uma Terra. (5)

Vale da Morte, E.U.A.

A Terra é Uma. Uma Terra. (4)

Nova Deli, Índia.

A Terra é Uma. Uma Terra. (3)

China

A Terra é Uma. Uma Terra. (2)

Menzies, Austrália.

A Terra é Uma. Uma Terra. (1)

A Terra é um Ser Vivo.
Ela respira, alimenta-se, move-se. Alegra-se e sofre.
Sente.
O seu Corpo é de uma beleza única. Guarda segredos em presença dos quais só o espanto e o silêncio respondem. O seu Espírito é o próprio Mistério em movimento. Uma vibração da origem que se manifesta nas rochas, nas florestas, nos rios e nas montanhas, nos desertos, nos pântanos, nas cidades, nos oceanos. Nos seres que os habitam. Nas construções que erguem. No visível e no invisível,  a Terra é um gesto de Amor de proporções infinitas.
A Terra é Uma. Uma Terra.
A série que hoje se inicia tem por base imagens do nosso planeta recolhidas do Google Earth. Começamos com Samarinda, na Indonésia.

Samarinda, Indonésia.

Exploradores de meia tigela

Cientistas descobriram uma floresta tropical até agora desconhecida no norte de Moçambique. A descoberta foi feita através do Google Earth, tendo sido enviada uma equipe de cientistas para o local. Confirma-se já a descoberta de pelo menos três novas borboletas e uma nova espécie de cobra. Ou seja, não se pode estar em sossego em lugar nenhum. Até aqui, os habitantes da floresta desconhecida de Moçambique viveram, graças às condições inóspitas do terreno e a uma terrível guerra civil, milénios de paz longe das criaturas humanas. Mas isso agora acabou. A princípio, eu até achei graça ao Google Earth, mas agora confesso que o acho insuportável. Não há um recanto deste planeta que o sacana não tenha esquadrinhado. O próximo passo deverá ser ver para lá dos telhados, para lá das paredes, dos muros, num voyeurismo levado ao limite. E até o romantismo das grandes aventuras dos exploradores do século XIX se perdeu por inteiro. Refastelados na cadeira giratória, com o ar condicionado ligado e uma embalagem de M&Ms ao lado, os novos exploradores dão ao scroll para fazer zoom in e zoom out, e correm o mundo sem levantar o traseiro.